Os japoneses originais

Na escola ensina-se muita coisa sem sentido. Mas ainda bem que o grande mérito da escola é ensinar a pensar, e principalmente ensinar a questionar.

 

Uma das besteiras que ouvi falar na escola é que japoneses e chineses têm os olhos puxados porque estão num lugar que neva. A neve reflete mais a luz do sol, e por isso eles têm que ficar com os olhos mais fechados.

 

Mas eu pensava: então porque os suecos não têm olhos puxados, se lá neva tanto quanto no Japão? E na Rússia, não neva não?

 

Faces

 

Chineses, japoneses e coreanos têm aparência física semelhante. Será que eles têm um ancestral comum? E Se sim, foram os japoneses que ocuparam a Coréia e a China, ou foi a China que ocupou o Japão? Ou faz sentido dizer que eles têm olhos puxados porque neva?

 


 

Geografia
japan-map-major-cities-south-korea-north-russia

 

O Japão é um conjunto de ilhas no mar. A Coreia é quase um apêndice do continente, e tem a China como vizinha.

O povo Ainu

 

As evidências arqueológicas indicam que os japoneses originais não eram os ancestrais dos japoneses atuais. Ou melhor, o povo que habitava o Japão  não eram japoneses, eram os Ainu.

 

ainu_pair

 

Os Ainu chegaram ao Japão há cerca de 10 mil anos. Talvez tenham atravessado o mar que separa o continente a pé, aproveitando uma das eras glaciais, quando o nível do mar era mais baixo. Eles se estabeleceram no Japão e formaram diversas tribos. Pela arqueologia, especula-se que foram caçadores-coletores – não havia escrita nem agricultura.

 

Ainu-people-4

 

Os Ainu parecem uma mistura de caucasóides com asiáticos. São muito diferentes dos japoneses atuais que todos conhecem. Eles têm longas barbas e muitos têm olhos azuis. Têm semelhanças com tibetanos. A língua ainu é muito diferente da língua japonesa.

 

Atualmente, os Ainu vivem no extremo norte do Japão, como uma minoria étnica.

 

Um vídeo sobre os Ainu.

 

As mulheres apresentam curiosas tatuagens na boca
ainu_tatooo

 

Os filhos do Sol

 

Há uns 3.000 anos atrás, algo mudou drasticamente. A arqueologia encontrou objetos de metal e sinais de agricultura, assim como objetos como vasos. Diferentemente dos vasos de eras anteriores, os vasos desta era pareciam muito com vasos coreanos da época. Muitos outros objetos eram de origem coreana: bronze, ferramentas, estilos de casas, porcos domesticados. Este povo dominava muito bem a agricultura: arroz, trigo, e isto deve ter ajudado a sua expansão demográfica, e provavelmente vieram em barcos, pelo mar.

 

Domínio de Agricultura, ferramentas de metal e casas de estilo coreano não surgem de uma hora para outra. Muito menos a transformação de um povo como os ainu em japoneses atuais. O que provavelmente aconteceu foi que houve a invasão de um povo, provavelmente vindo da Coreia (que é o ponto mais próximo das ilhas japonesas) ocupando as terras japonesas.

 

O novo povo japonês invasor foi ocupando áreas cada vez maiores do Japão, e empurrando o povo Ainu cada vez mais para lugares remotos.

 

A primeira crônica japonesa é de 712 d.C. Nesta época, o Japão era inquestionavelmente dominado pelos ancestrais dos japoneses modernos: cultura, linguagem, DNA.

 

Genética

 

Em termos genéticos, os esqueletos antes de 3000 anos atrás têm muito mais semelhança com os Ainu do que com os japoneses. Depois deste período, é o contrário. E os japoneses e coreanos da época têm muita similaridade. O “teste de paternidade” leva a crer que foram sim os coreanos que invadiram o Japão há tempos atrás e deram origem ao Japão atual.
Os japoneses tẽm genes majoritariamente idênticos aos coreanos, com uma percentagem pequena ainu. Quanto mais ao norte, maior esta porcentagem ainu. E, quanto mais ao sul, maior a mistura com o povo do okinawa, outro que têm características distintas do povo invasor. Além disso, há em menor número incidência de genes indonésios, tibetanos, etc… vide links no anexo.

Língua

 

Mas há um grande problema nesta história toda. A língua coreana atual não tem nenhuma relação com a língua japonesa atual. Se coreanos e japoneses têm similaridade genética e a antropologia conta uma história de invasão coreana no Japão antigo, como pode ser que não haja similaridade entre as línguas?

 

Linguas
Na figura, da esquerda para direita: coreano, japonês e chinês

 

A teoria de Diamond é a seguinte. Na verdade, a Coreia de 3000 anos atrás não era uma nação como conhecemos hoje, mas sim um aglomerado de reinos diferentes. A língua coreana atual deriva do reinado de Silla. Talvez, no processo de unificação da Coreia, o reinado de Silla tenha vencido a guerra contra algum outro reino coreano. As línguas e culturas, entre os reinos coreanos, eram bastante distintas, e um destes reinos poderia ter similaridade com a língua japonesa. Pessoas deste reino resolveram fugir para algum lugar distante e levar consigo objetos, pertences e cultura, fundando uma nova nação em um território novo.

 

Hoje em dia, há muita rivalidade e até ódio entre Coreia e Japão, por causa de guerras e episódios como a invasão japonesa da Coreia na Segunda Grande Guerra. Mas eles descendem da mesma raiz, são irmãos na aparência, na genética e na história.

 

Links:

http://foreigndispatches.typepad.com/dispatches/2007/01/the_origins_of_.html

https://en.wikipedia.org/wiki/Japanese_people

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s