Experimentos no DALL-E

O DALL-E é uma inteligência artificial que faz desenhos a partir de imagens (não confundir com o Mini-DallE, que é um clone mais pobre). A empresa responsável pelo Dall-E, a OpenAI, liberou um trial de 50 imagens grátis no primeiro mês (e 15 por mês subsequente). Qualquer um pode se cadastrar em: https://openai.com/dall-e-2/ Seguem alguns …

Continue lendo Experimentos no DALL-E

Easy AI e Explainable AI

"Não há benefício em ter modelos complicados" Baseado em palestra de Cynthia Rudin, Duke University, na Informs 2022. A Inteligência Artificial (IA) tradicional é uma caixa-preta: entramos com dados (digamos, um milhão de fotos diversas) e com os outputs desejados (quais das fotos são rotuladas como gatinhos ou não), e o circuito interno é uma …

Continue lendo Easy AI e Explainable AI

Use a IA só na máquina de lavar

Há 15 anos, num dia como hoje, eu estava tendo aulas de redes neurais no mestrado em Eletrônica, na Coppe UFRJ. Naquela época, a melhor redes neural que conseguíamos fazer tinha 3 camadas e uma dúzia de neurônios por camada. Entretanto, já era um campo promissor, para visionários. Perguntei ao meu professor: "Você confiaria numa …

Continue lendo Use a IA só na máquina de lavar

Montando times analíticos

Recomendação de livro: Building analytics Teams, de John Thompson. Ele é head of advanced analytics and artificial intelligence na CSL Behring, uma companhia farmacêutica. Assisti a uma palestra do autor na Informs de 2018, em Chicago, e suas ideias ajudaram a montar o meu próprio time. Link da Amazon: https://amzn.to/3dvX76S Separei abaixo alguns insights que …

Continue lendo Montando times analíticos

A fábula inacabada dos pardais

Este texto é do início do livro "Superinteligência", de Nick Bostrom. É uma fábula que ilustra o perigo de termos máquinas mais inteligentes do que seres humanos, num futuro a médio prazo. Era a temporada de construção dos ninhos, e depois de dias de trabalho árduo, os pardais sentaram-se ao cair da noite relaxando e …

Continue lendo A fábula inacabada dos pardais

Sobre o MuZero

A Deepmind é a empresa que criou o AlphaGo, a inteligência artificial que derrotou Lee Seidel, mestre do jogo Go, em 2016. É um dos marcos da evolução da IA na história, pelo Go ser ordens de grandeza mais complexo do que o xadrez. A evolução do AlphaGo inclui o AlphaGoZero (que derrotou o anterior …

Continue lendo Sobre o MuZero

O presente é digital. O futuro será analógico.

Muito se fala do mundo digital de hoje, mas, se o presente é digital, o futuro será analógico. Primeiro. a Computação quântica utiliza as propriedades quânticas dos átomos, como superposição e emaranhamento. Esta tem o potencial de quebrar toda a criptografia do mundo atual. É como se eu pegasse todas as alternativas de um problema, …

Continue lendo O presente é digital. O futuro será analógico.

AlphaFold, dobramento de proteínas e origami

O DeepMind, a mesma empresa da inteligência artificial que venceu os mestres do jogo Go, surpreende o mundo novamente. Ela acaba de vencer o CASP - Critical Assessment of Protein Structure Prediction, uma competição para prever a estrutura de proteínas, com o seu algoritmo AlphaFold. O CASP existe faz anos, e sempre tem um vencedor. …

Continue lendo AlphaFold, dobramento de proteínas e origami

𝗗𝗲𝗲𝗽𝗠𝗶𝗻𝗱

Quando se fala de Inteligência Artificial, vale a pena ficar de olho na empresa britânica DeepMind. Ela alcançou notoriedade ao desenvolver o AlphaGo, programa computacional que derrotou o campeão mundial do jogo Go, em 2016. O Go é uma espécie de xadrez chinês, porém, bastante mais complexo. A DeepMind foi adquirida pelo Google em 2014. …

Continue lendo 𝗗𝗲𝗲𝗽𝗠𝗶𝗻𝗱

O que é GPT3 e por que isso importa?

O GPT3, lançado recentemente pela empresa OpenAI, é um marco na história da Inteligência Artificial. É o modelo de linguagem natural mais poderoso já criado: ele é capaz de produzir texto sobre um tema qualquer, escrever códigos simples, música.  O GPT3 tem 175 bilhões de parâmetros! O seu predecessor, GPT2, que já era impressionante, tinha …

Continue lendo O que é GPT3 e por que isso importa?

O inverno e a primavera da Inteligência Artificial

Em 2006, fiz a cadeira de Redes Neurais da UFRJ, como parte do meu mestrado em Processamento Digital de Sinais, motivado pelas tais redes que imitavam o cérebro humano, aprendiam sozinhas e que poderiam nos superar um dia. Achei decepcionante, na época. As redes pareciam mais uma curiosidade, com pouca aplicação prática, do que algo …

Continue lendo O inverno e a primavera da Inteligência Artificial