Uma frase de Feynman

“Se, num caso de um cataclisma, todo conhecimento científico do mundo fosse destruído, e apenas uma sentença fosse passada para a próxima geração, qual seria a afirmação que traria mais significado em menos palavras? Acredito que é a hipótese atômica, que diz que tudo é feito de átomos”.

Esta é uma das frases iniciais das Aulas de Física de Feynman, referindo-se ao genial físico norte-americano Richard Feynman.

O currículo de Feynman é admirável: participou do Projeto Manhattan (da bomba atômica), ganhou o Prêmio Nobel de Física (por trabalho em eletrodinâmica quântica), ajudou a desvendar a causa da queda da espaçonave Challenger.

Porém, ele não era daqueles gênios que ninguém entendia. Era extremamente didático na forma de expor seus pensamentos. E o Feynman lectures foi um esforço de vários anos, com uma excelente equipe, a fim de trazer o conhecimento do mais alto nível aos universitários e curiosos como eu.

Desta primeira afirmação sobre átomos, ele começa a divagar, explicando o motivo da pressão subir com o aumento da temperatura e decrescer com a diminuição da mesma, a água em estado normal, congelada e o efeito da evaporação, porque a estrutura da água congelada ocupa mais espaço que a água líquida, como é um processo químico, sempre de forma didática.

Tenho uma história curiosa sobre o Feynman Lectures.

Eu ganhei os três volumes da coleção do meu amigo Cláudio Ortolan, há um ano, mais ou menos. Embora haja como obter os pfds na internet, a coleção em papel, encadernada (e infinitamente melhor para ler) é bastante cara, para não dizer rara.

O Cláudio estava comprando a coleção para o filho, e aproveitou e comprou uma a mais para mim.

Mas ele não fez isso por nada. Um mês antes, eu tinha presenteado o filho dele com uma biografia em quadrinhos de Richard Feynman. É um livro bem escrito, mostrando o quão curioso era ele a respeito de tudo: abrir cofres, samba brasileiro, pratos girando e eletrodinâmica quântica.

Ambos (pai e filho) gostaram tanto da história que ficaram vários dias discutindo sobre o tema, daí o Cláudio decidir comprar o compêndio todo.

E, se houver um cataclisma e eu puder dizer um aprendizado sobre Feynman, seria o de que ele era extremamente curioso sobre tudo. Não era curioso tendo um objetivo em mente, era pelo puro prazer de entender como as coisas funcionavam.

Incerteza de Heisenberg e rumos

O ministro Marcos Pontes fez a postagem abaixo.

Minha resposta:

Esta equação é a do Princípio da Incerteza de Heisenberg.

Houve um tempo, após Newton, em que os cientistas achavam que as Leis da Física poderiam prever tudo de forma absoluta. Se eu soubesse a posição de todas as partículas do universo, um computador suficientemente poderoso poderia calcular todo o futuro e todo o passado de tudo o que existe: é o Demônio de Laplace.

Porém, um dos pilares da Física Quântica é o Princípio da Incerteza: há uma incerteza intrínseca no nível atômico mais básico do universo. Nem se houvesse um super Demônio de Laplace, seria possível calcular todo o futuro. Fazendo a analogia, nada está escrito, ninguém manda em você além de você mesmo!

Finalistas do Edelman 2020

Forgotten Math

Parabéns aos finalistas do Prêmio Edelman 2020, promovido pela Informs!

São eles Amazon, Carnival PLC (maior empresa de cruzeiros do mundo), Deutsche Bahn (empresa de ferrovias alemã), IBM, Intel e Walmart. Só gigantes!

Ver o post original

A Meta – de Eliyahu Goldratt

Ganhei este livro do CEO da Klabin, Cristiano Teixeira, e gostaria de compartilhar aqui a indicação.

O livro “A Meta” é um clássico da administração. Diferente dos livros tradicionais, este ensina conceitos numa narrativa em forma de ficção. Alex Rogo é o gerente de uma fábrica em dificuldades, prestes a ser fechada por conta de péssimos resultados. Algumas frases:

Esta fábrica tem 4 níveis de prioridade: quente, muito quente, incandescente e faça AGORA!

(Quando o diretor ligou para a sua casa e ele não atendeu) Devido às circunstâncias, não posso dizer que tenho uma vida pessoal.

A cada seis meses a matriz aparece com um novo programa que é a nova panaceia para nossos problemas.

Eu costumava achar que trabalhar duro poderia resolver qualquer coisa.

Ele encontra um mentor, que guia em sua jornada:

(Após dizer que robôs tinham aumentado a produtividade de uma área). É mesmo, 36%? Então quer dizer que a sua empresa está ganhando 36% a mais com a instalação de alguns robôs?

Qualidade e eficiência são belas palavras. Entretanto, porque a Douglas não continuou fabricando o ótimo DC-3 para sempre?

A fábrica não foi construída para ter prejuízo. A empresa existe para ganhar dinheiro.

Estas e outras considerações fazem parte da Teoria das Restrições, explicada no livro.

“Tubarão”, um filme trash de Sessão da Tarde

O filme “Tubarão” (Jaws), de 1975, é um dos mais aclamados de todos os tempos. Contudo, poderia ter sido apenas uma produção tosca, um filme de terror B, se tivesse saído conforme planejado. 

Por ironia do destino, o que salvou o filme foram os inúmeros problemas ocorridos com o tubarão mecânico.

Foi um dos primeiros filmes do diretor Steven Spielberg, então com 27 anos.  O orçamento de 4 milhões de dólares já tinha estourado, assim como o prazo de 55 dias. Mesmo assim, a produção não conseguia fazer funcionar o tubarão mecânico, uma engenhoca complicada, comandada por roldanas a partir de outro barco, e que quebrava a todo instante. Houve dias que só aproveitaram segundos de filmagem. O filme, por pouco, não saiu. “Jaws” foi apelidado por “Flaws” (falhas) e o departamento de efeitos especiais foi chamado de departamento de Defeitos especiais.

Como fazer um filme de tubarão sem tubarão?

Spielberg teve que se virar com o que tinha. Inspirado por outro grande cineasta, o mestre do suspense Alfred Hitchcock, ele decidiu fazer um filme de tubarão sem tubarão: apenas sugerir a sua presença, minimizando a sua aparição – acompanhado de um tema musical aterrorizante e inesquecível – relembre abaixo.

Uma visão clara do tubarão só ocorreu após os primeiros 80 minutos do filme.

O poder da sugestão na cabeça das pessoas é tão grande, que o filme foi um sucesso.

Jaws é considerado o primeiro filme Blockbuster (arrasa-quarteirão) da história, um grande sucesso de crítica e de bilheterias. Conseguiu o maior faturamento até então (sendo superado, em 1977, por Star Wars).

Portanto, fica a lição. As dificuldades insuperáveis podem nos tornar melhores do que somos, se tivermos a coragem e a ousadia de enfrentá-las de modo inteligente.

Algumas curiosidades:

O compositor da trilha de Tubarão, John Williams, deveria ser lembrado para sempre na história. Ele criou várias outras trilhas icônicas e imortais: Star Wars, Indiana Jones, Super-Homem, etc…

“Você vai precisar de um barco maior”, é um bordão que virou clássico.

Spielberg não compareceu à gravação final do filme, por temer que a equipe o atiraria para dentro da água assim que ouvissem o último “corta”.

Havia três tubarões mecânicos, um só com o lado direito, outro só com o lado esquerdo, e um completo.

Spielberg apelidou o tubarão como “Bruce”, em homenagem a seu advogado, um tubarão dos tribunais.

“Fazer Tubarão me traumatizou por anos”, diz Spielberg.

Algumas fontes:

https://www.rottentomatoes.com/m/jaws

Click – como resolver problemas insuperáveis – David Niven

https://www.mentalfloss.com/article/64548/25-incisive-facts-about-jaws

https://www.newyorker.com/culture/culture-desk/the-unassuming-greatness-of-jaws

Qual a probabilidade de ganhar a Mega-Sena da virada?

Forgotten Math

São 60 números possíveis, e uma aposta tem 6 números. A fórmula é combinação(60,6). Isto dá uma chance em 50 milhões.

Com mais apostas, melhor a probabilidade.

Na loteria, é possível marcar mais números na mesma cartela.

Digamos, com 7 dezenas assinaladas, há o equivalente à Combinação(7,6) apostas = 7 apostas. É como se eu preenchesse 7 cartelas individuais e as submetessem, e multiplico a minha chance de ganhar por 7 (e também o custo de jogar).

É o mesmo resultado calculado neste site: https://www.sorteonline.com.br/mega-sena/probabilidades

Segue planilha para download aqui, para quem quiser mexer.

Entrando nas formulinhas, para quem gosta.

Da análise combinatória:

Combinação(n,p) = n! / (p! * (n-p)!)

Onde ! denota a função fatorial.

O Excel tem as funções combinação e fatorial pré-definidas, porém, é mais divertido reescrevê-las:

Function fact(n)

If n = 1 Then

fact = 1

Else

fact = n * fact(n – 1)

End…

Ver o post original 122 mais palavras

Como cumprir as metas de 2020

Nesta virada de ano, algumas reflexões para ajudar na disciplina de perseguir metas.

Em primeiro lugar, é importante definir as metas. Se você não souber para onde quer ir, ninguém mais saberá.

As metas devem ser desdobradas em sub-metas, tais como pontos de referência num mapa.

Elas devem ser específicas, alcançáveis e mensuráveis. E com prazo.

De nada adianta ter vários desejos, e nenhuma disciplina em persegui-los. Toda a lista deve ser transformada numa ROTINA, a ser executada diariamente ou semanalmente.

Ex. Uma meta de perder peso pode ser desdobrada numa rotina diária, como não consumir refrigerantes e snacks, por exemplo. Ou, digamos, uma meta de escrever um blog, desdobrar para uma postagem por semana. Outra dica é, para cada dia que você executa a rotina, colocar um xis num calendário.

Apurar o resultado a cada 3 meses, até o final do ano. No final de 2020, fazer uma avaliação do que foi cumprido e do que não foi, e os motivos.