Essa pessoa não existe

Muito impressionante o site https://thispersondoesnotexist.com.

Toda vez que o site é recarregado, uma nova imagem sintética de uma pessoa é gerada.

O método utilizado é o de Redes Neurais Adversárias (GAN), e o próprio site indica o link https://www.youtube.com/watch?v=u8qPvzk0AfY para saber mais.

Assustador, não?

Por que o Chief Data Officer dura tão pouco nas empresas?

Tom Daveport começa com uma questão. Por que o Chief Data Officer (o executivo chefe de dados) dura tão pouco tempo nas empresas?

– Atualmente, a duração no cargo é de cerca de dois anos, dois anos e meio;

– A lua de mel acaba depois de 18 meses, depois vêm as cobranças;

– Pela demanda estar em alta, eles acabam encontrando espaço em outras empresas, onde recomeçam o mesmo ciclo;

– Alguns CDOs incorporam também a parte de Analytics e Inteligência Artificial.

Alguns problemas:

– O escopo do trabalho e prioridades são mal definidos desde o início;

– Há uma alta expectativa para o cargo, porém além de implementar Analytics, são necessárias mudanças transformacionais grandes sobre organizações com grande legado. Há enorme necessidade de change management;

– Os CDOs têm dificuldades de vender o trabalho para os seus pares C-Level. Mesmo quando há ganhos, estes são relativamente invisíveis e difíceis de mensurar. Embora os CDOs tenham experiência no tema, podem não ter experiência política do cargo;

Dicas e projeções para o futuro:

– Começar com uma conexão clara com a estratégia de negócios e casos tangíveis;

– Após os projetos piloto, os CDOs devem implementar produtos escaláveis e sustentáveis para agregar valor às unidades de negócio, assim como balancear quick-wins com iniciativas estruturantes;

– Liderar as transformações organizacionais, tomando o cuidado de não ficar relegado a ações de back office;

-Nos próximos 5 – 10 anos as companhias vão continuar evoluindo em termos de habilidades e conhecimento e veremos uma crescente aceitação do papel de CDO.

Artigo original: