O Ecossistema faz toda a diferença

Ecossistema é uma palavra misteriosa, porque é o somatório de indivíduos, espécies, ambiente.

É maior do que eu, ou a minha empresa. É o TODO.

Porém, ao mesmo tempo, o ecossistema é NADA: é cada indivíduo, cada organização, são as empresas, o governo, a academia.

O melhor exemplo de ecossistema são os recifes de corais.

Uma conchinha vive a sua vida, e depois serve de abrigo a um pequeno peixe, que faz parte de uma cadeia maior, e assim sucessivamente.

Um grande ecossistema depende de todos, mas também, de cada um de nós: fazer bem o nosso trabalho, entregar valor para sociedade, e a sociedade retornar valor para nós, num eterno ciclo virtuoso…


Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

O que é assertividade?

Já vi muitas definições de “assertividade”, porém, a que mais gosto é em inglês: “Not nice, not nasty”.

É um termo importante, por isso, tentei traduzir para o português.

Seria algo como “Não ser um bunda-mole, não ser um valentão”.

Não ceder facilmente à vontade dos outros, não ser feito de capacho, não deixar barato quando te chutam.

Por outro lado, também não ser o provocador, o babaca agressivo, o bully, aquele que ataca os outros.

Ser assertivo é ser firme, comunicar-se de forma clara e objetiva, sem desrespeitar o outro ou ser autoritário.

Portanto, seja assertivo.


Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

Regra: não ter regras!

Para mim, a melhor coisa que aconteceu nos últimos anos foi a chegada da Netflix. O catálogo de filmes, as séries, o conteúdo original, colocou em nossas mãos um catálogo infindável de opções.

A Blockbuster teve a oportunidade de comprar a Netflix, por uma mixaria, no ano 2000.

Reed Hastings, o fundador da empresa, conta no recém lançado “A Regra é não ter Regras”.

A Blockbuster tinha 9 mil locadoras em todo o mundo, faturando US$ 6 bi.

A Netflix, na época um serviço de envio de DVDs pelo serviço postal, tinha 100 funcionários, 300 mil assinantes, e perdas anuais de US$ 57 mi!

A Blockbuster sabia que o negócio seria afetado por uma internet rápida no futuro. A proposta: ela compraria a Netflix, que criaria seu braço de aluguel e vídeos online.

Porém, a Blockbuster recusou categoricamente, após ouvir o preço de US$ 57 mi.

Hoje, a Netflix é o maior serviço de streaming do mundo, com mais de 180 milhões de assinantes em 190 países. A Blockbuster, está nos livros empoeirados de história.

Por que uma gigante como a Blockbuster não conseguiu criar o próprio serviço de streaming, sabendo que isso seria importante?

Uma das respostas: a cultura da empresa. A Netflix destaca: densidade de talentos, feedback sinceros e poucos controles. Regra: não ter regras. Inovação na veia.

Para entender a cultura da Netflix, recomendo o recém lançado livro de Hastings:


Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

O Nobel de Física 2020 vai para Roger Penrose

O Nobel vai para Roger Penrose…
Se Stephen Hawking estivesse vivo, certamente também seria um dos laureados.

Computação e Informação Quântica

Os outros dois não conheço. Mas Penrose é famoso por ter diversos livros, padrões de preenchimento (https://en.wikipedia.org/wiki/Penrose_tiling) e também por trabalhar com Stephen Hawking.

https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2020/10/06/nobel-de-fisica-premia-trio-por-descobertas-sobre-buracos-negros.htm

Aliás, Hawking dizia que nunca ganharia o Nobel, porque buracos negros são coisas difíceis de identificar e de comprovar algo sobre.

Se Hawking estivesse vivo, certamente seria um dos laureados. Para saber sobre a vida de Hawking, tem o filme “A teoria de tudo”.

Hawking também escreveu diversos livros. Entre eles, um bem bacana, didático, chamado “Buracos negros” (vide https://amzn.to/3ljrNte).

O impressionante é que Hawking tinha que escrever letra por letra. Ele manipulava uma espécie de mouse com a língua, única parte do corpo que ele conseguia controlar. Mesmo assim, os seus livros são muito bons, e até bem-humorados. O cara merecia um Nobel por isso.

Ver o post original

Dicas de livro de comunicação e negociação

Comunicação e negociação são habilidades cada vez mais essenciais, à medida em que deixamos de ter funções técnicas e passamos a assumir posições mais gerenciais.

Seguem aqui 4 indicações.

  • O corpo fala – Pierre Weil
  • Como Apresentar as Suas Ideias Em 30 Segundos Ou Menos – Milo Frank
  • Never split the difference – Chris Voss
  • Start with No – Jim Camp

Os dois primeiros são antigos, e pode ser difícil encontrar hoje em dia.

Cuidado. Utilizar com responsabilidade.

Veja também:

https://ideiasesquecidas.com/2018/12/20/comunicacao-assertiva/

https://ideiasesquecidas.com/2019/04/18/o-corpo-fala/

https://ideiasesquecidas.com/2020/08/02/negocie-como-se-sua-vida-dependesse-disso/


Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

O que uma única pessoa pode fazer?

Vira e mexe, fico me perguntando: o que uma única pessoa pode fazer?

Diante do tamanho do mundo, da quantidade de problemas, pouco, talvez nada. Porém, num ambiente propício, com pares qualificados, ele pode fazer toda a diferença.

Duas reflexões para ajudar: o laser e a teoria das janelas quebradas.

O Raio Laser

Laser significa “amplificação da luz por emissão estimulada de radiação” – uma explicação que mais atrapalha do que ajuda.

Trocando em miúdos, significa: “ampliação de luz Maria-vai-com-as-outras”.

Um átomo é colocado num estado de alta energia. Um estímulo, uma fóton inicial, faz que o átomo libere fótons na mesma frequência e mesma fase da onda inicial.

Uma lanterna pode ter tanto fótons quanto o laser, porém, eles estarão sem foco.

O poder do laser vem de fótons coerentes e sincronizados. Foco e ressonância.

A Teoria das Janelas Quebradas

Numa vizinhança limpa e arrumada, uma única janela quebrada não vai fazer a diferença.

Acrescente, duas, três, mais janelas quebradas. Vai chegar um “ponto da virada” em que menos e menos pessoas se importarão, atraindo mais janelas quebradas. Um círculo vicioso.

A solução é quebrar o círculo, arrumar as suas janelas e incentivar outros a fazerem o mesmo. A teoria das janelas quebradas foi popularizada pelo escritor Malcolm Gladwell.

Ciclos virtuosos

Tanto o laser quanto as janelas quebradas são exemplos de ciclos de feedback. Ciclos podem ser virtuosos (quando são bons) e viciosos (quando são ruins).

É difícil sair de um ciclo vicioso. O único jeito é começar a plantar as sementes do ciclo virtuoso, dedicar muito tempo e energia, e contar com a ajuda de outras pessoas semelhantes.

Uma única pessoa, sozinha, pouco vai mudar. Porém, ela pode ser o fóton inicial do raio laser, ou aquele que arrumou a sua janela. Se a sua energia e entusiasmo conseguirem contagiar outras pessoas, para que trabalhem na mesma vibração, em pouco tempo, um grupo, uma área inteira da empresa estará melhor, tempos depois, a empresa inteira.

No fim do dia, uma lanterna apenas ilumina, mas o laser pode cortar aço.

Sobre o gestor eficaz

A seguir, 5 pensamentos do grande Peter Drucker, em seu livro “O gestor eficaz”.

Sobre o tempo

Ninguém pode contratar, alugar, comprar ou obter mais tempo. O suprimento de tempo é totalmente inelástico. Seja qual for a quantidade da demanda, o suprimento não crescerá… E mais, o tempo é totalmente perecível e não pode ser armazenado. O tempo de ontem está perdido para sempre, e não voltará jamais.

O perigo do carisma

Hoje em dia, fala-se de carisma com ênfase exagerada, e dá-se pouca importância à eficácia. A única coisa que você pode falar sobre um líder é que ele é alguém que possui seguidores. Os líderes mais carismáticos do século passado foram Hitler, Stalin, Mao e Mussolini. Mas eram líderes às avessas!

Um dos presidentes norte-americanos mais eficazes dos últimos 100 anos foi Harry Truman, que não tinha um pingo de carisma. Truman era tão monótono quanto um peixe morto. Ele era venerado por todos que trabalhavam para ele por ser digno de confiança. Quando Truman dizia não, era não, e quando dizia sim, era sim.

Remoção de pessoas com desempenho fraco

Há um ditado militar antigo que diz: “o soldado tem direito a um comandante competente”.

Aquele que é incompetente ou apresenta um desempenho fraco, quando é deixado sozinho para realizar sua tarefa, penaliza as outras pessoas e desmoraliza a empresa inteira. Não é um favor manter pessoas com desempenho fraco em uma função à qual não se adaptam. Elas sabem que não estão se saindo bem.

Plano de ação

O conhecimento é inútil para gerentes até ser convertido em ações. Mas antes de entrar em ação o gerente precisa planejar sua forma de ação. Ele precisa pensar sobre resultados desejados, prováveis restrições, futuras revisões, pontos de verificação e implicações da forma como ele utilizará o próprio tempo.

Pontos fortes

O gerente eficaz torna os pontos fortes produtivos. Sabe que nada se constrói sobre a fraqueza. Para conseguir resultados, temos de usar todas as forças disponíveis – dos associados, do superior e a nossa própria. Nesses pontos fortes estão as verdadeiras oportunidades.

Ninguém é forte em todas as áreas. Comparado ao universo do conhecimento humano, experiência e habilidades, até o maior dos gênios precisaria ser classificado como um total fracasso.

Veja também:

O gestor eficaz na Amazon: https://amzn.to/3mxYiFA

https://ideiasesquecidas.com/2019/02/20/peter-drucker-sobre-as-fontes-de-inovacao/

https://ideiasesquecidas.com/2016/07/17/uma-fabula-de-esopo-e-uma-historia-de-drucker/

https://ideiasesquecidas.com/2016/07/21/peter-drucker-em-40-frases/

Eliminar o desnecessário, mesmo que seja a própria posição

Um colega meu foi contratado para uma posição de planejamento operacional. Após seis meses, a sua conclusão era de que a própria cadeira era dispensável! Uma parte do trabalho poderia ser feita pelo horizonte de planejamento superior, outra parte poderia ser automatizada.

A sua função poderia ser eliminada. E ele, faria o que?

Ora, alguém com visão e iniciativa de se autogerir a esse ponto tem uma valor inestimável em qualquer organização! Ele rapidamente começou a tocar outros projetos.

O trabalho agrega valor? Pode ser automatizado? Pode ser terceirizado para alguém que faz melhor e mais barato? É mesmo necessário?

Como diz uma frase antiga, uma máquina pode fazer o trabalho de 50 pessoas comuns. Máquina alguma pode fazer o trabalho de uma pessoa incomum.

Veja também: https://ideiasesquecidas.com/2015/05/30/muri-mura-muda/

Naval sobre startups

Algumas reflexões interessantes de Naval Ravikant, empreendedor e investidor, sobre startups.

Pessoas com mentalidade de fundador não conseguem descansar quando um problema ou oportunidade é identificado.

A mentalidade de fundador significa não ligar para quem leva o crédito.

Há demanda global ilimitada pela mentalidade de fundador.

As startups não morrem quando acaba o dinheiro, mas quando acaba a energia dos fundadores.

Na corrida olímpica das startups, o primeiro lugar consegue o monopólio, o segundo consegue uma medalha, e não há terceiro lugar.

Antes de procurar um produto ideal para o mercado, assegure que tem paixão pelo produto. É uma longa jornada.

Empreendedores procuram pela “ideia”, a isca que os prendem pelos próximos 5 anos. Em que prisão você gostaria de estar? O que você ama fazer?

Quando construindo uma startup, a microeconomia é fundamental e macroeconomia é entretenimento.

Investidores têm incentivos diferentes que os fundadores.

O que um investidor procura num grande fundador é comportamento irracional, que o próprio investidor não faria. Ex. Trabalhar 80 horas por semana por 10 anos, risco de quebrar, diversificação zero.

A última frase acima me lembra um pensamento de Napoleon Hill: “Quando um homem deseja algo tão profundamente a ponto dele arriscar a sua vida inteira em um único número na roleta da vida, ele certamente vencerá”.

Veja também:
https://ideiasesquecidas.com/2020/02/29/como-ficar-rico-sem-ter-sorte/

Por que a complexidade computacional da fatoração de números inteiros é exp(raiz(N))?

Computação e Informação Quântica

Fatorar um número inteiro significa encontrar os fatores primos deste.

Exemplos: 15 = 3*5, ou 187 = 11*17

A fatoração tem duas características: é difícil de fazer, mas é fácil de checar se uma solução é válida.

Exemplo: Quais os fatores primos de 3127?

Um método possível para encontrar os fatores do número N é testar todas as alternativas até raiz(N). Ou seja, dividir 3127 por 2, 3, 5, 7, 9, até raiz(3127) ~= 55.

Com isso, chegamos que 3127 = 53*59. E é fácil checar que 59 é um dos fatores de 3127, basta fazer a divisão.

A fatoração de números inteiros (ou melhor, a dificuldade em fazê-lo) é a base de toda a criptografia moderna.

O número grande (digamos 3127) é a minha chave pública com a qual o emissor da informação faz a codificação. Para decodificar, preciso da chave privada (53 e 59). E a segurança baseia-se…

Ver o post original 476 mais palavras

Dicas para criar conexões de qualidade

Esta é uma pergunta recorrente. Não sou expert no tema, e gostaria da ajuda dos meus contatos nesta rede para mais dicas.

  • Não peça, dê. Crie conteúdo de valor, que ajude os outros. Tem gente que pede conexão e, no minuto seguinte, já pede indicações ou quer vender algo. Qual a chance de uma abordagem assim dar certo?
  • Procure por grupos e temas de interesse. Veja quem é ativo em sua área. Peça conexão com um nota educada.
  • Pergunte por conselhos e dicas – é mais fácil para contatos já conhecidos
  • Na época pré-pandemia, marcar almoço ou café para um bate-papo (sem pedir coisas)
  • Uma coisa que notei: um post viraliza quando é algo positivo, que as pessoas têm orgulho de compartilhar

Como diria o filósofo Immanuel Kant: não use as pessoas como meio, e sim, como um fim em si mesmas.