Todos os grãos de arroz num tabuleiro de xadrez

Conta a lenda que o xadrez foi inventado na Índia, há mais de 1500 anos. O rei ficou tão fascinado com a invenção e as infinitas variações de movimentos, que resolveu recompensar o inventor.

Chess_board_with_chess_set_in_opening_position_2012_PD_05.jpg

O rei perguntou: O que você quer de recompensa?

Inventor: Quero um grão de arroz para a primeira casa, dois grãos para a segunda casa, 4 para a terceira, e assim sucessivamente.

“Só isso?”, o rei retrucou.

chessboard.JPG

Então, o rei pediu para os matemáticos do reino fazerem as contas.

  • Na primeira casa, 1 grão = 2^0
  • Na segunda casa, 2 grãos = 2^1,
  • Na terceira casa, 4 grãos = 2^2.

É uma progressão geométrica. O tabuleiro é um quadriculado de 8×8, portanto tem 64 casas.

A vigésima primeira casa já tem mais de 1 milhão de grãos de arroz!

A casa 41 corresponde a mais de 1 trilhão de grãos de arroz!

E a casa 64, a 9 quinquilhões de grãos!

A soma de todas das casas é igual a 2^64-1 = 1,8 *10^19 grãos de arroz.

Este post recebeu uma série de respostas criativas. Reproduzo algumas a seguir.

Do colega Juliano Santos:

Considerando que 100 grãos de arroz pesam 2,73 gramas (a primeira variedade de arroz apresentada neste site).

https://www.iac.sp.gov.br/areasdepesquisa/graos/arroz.php

O maior avião cargueiro até o presente momento é o “Antonov AN-225 Mriya”, de fabricação Russa e o peso máximo de carga que ele suporta é de 250 tons.

O número de grãos de arroz equivale a 20.143.844.528 aviões “AN-225” (mais de 20 bilhões de AN-225).

Outra conta do Juliano Santos:

A produtividade média do arroz é de 6,2 ton de arroz por hectare. Seriam necessários 812.251.795.503 hectares para produzir esta quantidade de arroz.

Seria necessária uma área equivalente à 2.471 vezes o tamanho da Índia para que o rei pudesse cultivar o arroz necessário para pagar o inventor.

O colega Arthur Bratti calculou uma piscina de 150 km² por 20 m (metros!) de profundidade, para colocar todos esses grãos de arroz. Essa área representa 2.250.000 ha, ou seja, essa piscina gigante ocuparia uma boa parte de Santa Catarina.

O amigo Bruno Cambria fez outras comparações.

Um dos maiores navios cargueiros do mundo carrega 400 mil ton. Seria necessário mais de 1,1 milhão deles para carregar todo esse peso

Se todo arroz produzido no mundo fosse destinado a isso, seriam necessários 633 anos para chegar nesse valor.

 

Seria necessário o equivalente a 532 Reservas da Cantareira para armazenar todo o arroz. 

 

Se o rio Amazonas fosse esvaziado, preenchido com arroz e mantivesse a mesma vazão, você levaria 45 dias para ver todo o arroz passando na sua frente.

 

Se 8 pessoas fizessem esse pedido para o rei, o Grand Canyon não seria suficiente para estocar todo o arroz 

Este é o poder da Progressão Geométrica.

Nota: os grãos estão crescendo na diagonal

Notebook no Colab: https://colab.research.google.com/drive/1xoiry4Hzaf5-LPxFVQvOSso2Yoogjtm6?usp=sharing

Outra curiosidade: os amigos da Negociarte, empresa de treinamento, utilizaram exatamente este post para ilustrar o contraste entre pensamento exponencial e linear.

Um último detalhe técnico. O Excel perde um pouco de precisão nas últimas casas decimais, pelo sistema de ponto flutuante. O Python utiliza uma espécie de Big Int, então é mais preciso para fazer essa conta, a rigor.


Veja também:

https://ideiasesquecidas.com/laboratorio-de-matematica/

https://ideiasesquecidas.com/2020/03/09/corona-virus-e-cisnes-negros/

Desafio de xadrez do Instituto Penrose

Negativo vezes negativo igual a positivo. Por quê?

Quantos envelopes preciso comprar para completar o álbum da copa?

Código Python:

s=1

print(“1: “, s)

for x in range(1,64):

    s = s * 2

    print(x+1, “: “, s)


19 comentários sobre “Todos os grãos de arroz num tabuleiro de xadrez

  1. Pingback: O Mito das Regras de Senhas Seguras | COMPUTAÇÕES ANÔMALAS

  2. À partir da casa 50 o seu resultado está errado:

    281474976710656 49
    562949953421312 50
    1125899906842624 51
    2251799813685248 52
    4503599627370496 53
    9007199254740992 54
    18014398509481984 55
    36028797018963968 56

    72057594037927936 57
    144115188075855872 58
    288230376151711744 59
    576460752303423488 60
    1152921504606846976 61
    2305843009213693952 62
    4611686018427387904 63
    9223372036854775808 64

    Como diz a lenda o valor dobra na casa seguinte, o que é diferente de se elevar 2 ^64.

    Um pequeno código em Python resolve o problema:

    x = 1
    s = 1
    print(x)
    while x < 64:
    s = s * 2
    print(s)
    x += 1

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: Permutações – Forgotten Math

  4. Pingback: Por que ser ágil? - DataChemistry

  5. Pingback: Por que ser ágil? – Práticas Ágeis

  6. Pingback: Pensamento linear, mundo exponencial - Negociarte

  7. Pingback: A magia dos juros compostos | Pra que investir

Deixe uma resposta para Afonso Madeira (@fon54) Cancelar resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s