China, o país das contradições

Assaltos e furtos   Na China, não há problemas com assaltos ou furtos. Sequestro-relâmpago, arrastão, são palavras que nem tem como traduzir para esta realidade. Dá para andar sossegado na rua, ir a qualquer lugar, a qualquer hora do dia, sem problemas.   Dizem que um dos motivos para tal comportamento é o rigor das …

Continue lendo China, o país das contradições

Da natureza de Escorpião

Conheço há muito tempo uma senhora, que adotou uma menina. ​ A senhora gostava muito da menina, sempre a tratou com o carinho de uma filha. Já a menina, não tinha o mesmo comportamento, era só rebeldia e ofensas para com a mãe adotiva. ​ Passados uns 15 anos, fiquei sabendo que a agora moça …

Continue lendo Da natureza de Escorpião

O Crepúsculo dos Ídolos em 40 frases

O Crepúsculo dos ídolos, é um livro do filósofo alemão Friedrich Nietzsche, publicado em 1889. O subtítulo "ou Como se filosofa com o martelo" já diz tudo: ele usa o martelo para atacar a filosofia, a razão, a moral, os costumes, destruir tudo. "Ídolo com pés de barro" se refere a uma história bíblica: uma …

Continue lendo O Crepúsculo dos Ídolos em 40 frases

Jô, Rodrigo Caio, Maquiavel e Kant

O futebol não vive sem uma boa polêmica, não? Quem estará correto, o desonesto, trapaceiro e espertalhão jogador Jô, que deliberadamente meteu a mão na bola para fazer o gol, ou o bonzinho, honesto e otário jogador Rodrigo Caio, que num lance em que o adversário foi punido (por ironia do destino, o próprio Jô), …

Continue lendo Jô, Rodrigo Caio, Maquiavel e Kant

Por que dou esmolas?

Até os 30 anos de idade, nunca dei um centavo de esmola.   Moro em São Paulo e já morei no Rio de Janeiro. Nestas grandes metrópoles, o que mais se vê são pedintes: na rua, no trânsito, no ônibus, no metrô.     Às vezes, dava pena. Um dia vi uma mulher de algum …

Continue lendo Por que dou esmolas?