O Mestre e as duas árvores

Um dia, o discípulo perguntou ao Mestre Zen Budista.

 

 

– Mestre, porque eu sou tão inferior aos meus colegas? Alguns entraram comigo, outros são até mais novatos do que eu, porém conseguem me superar. Por mais que eu me esforce, não consigo ser como eles…

 

 

O Mestre levou o rapaz para fora e apontou o dedo para duas árvores.

 

– Observe aquelas duas árvores. Uma é o pinheiro, grande, alto, frondoso. Outra é o bambu, fino, comprido, muito menor do que o pinheiro. Será que o bambu reclama que o pinheiro é mais alto? Cada qual tem a sua própria natureza. Cada um segue o seu caminho.

 

 
Moral da história.
Não se compare com outras pessoas.

O importante é cada um dar o máximo de si para seguir em seu caminho.

O único jeito de ser feliz é ser feliz aqui, agora, do jeito que sou, da forma que sou.

 

 

 

Trilha sonora: J. S. Bach – Brandenburg Concerto n.3

 
Trilha sonora:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s