A dança de Afrodite

Planets2013 No ensino fundamental, é bem comum um diagrama do sistema solar, com o Sol no meio, depois Mercúrio, Vênus, Terra, etc.   O que não é dito é que há milênios de conhecimento de dezenas de astrônomos e físicos embutidos neste modelo simples.


Grécia antiga   Imagine-se há 2000 anos atrás, olhando para a noite e tentando descobrir como os planetas se comportam.   Não haviam telescópios. Tudo o que se poderia fazer era olhar para o ponto no céu e anotar a posição.   Se alguém fizer este trabalho meticuloso e paciente de anotar a posição dos planetas, depois de 8 anos teria dados para montar um diagrama como o seguinte, que é o percurso de Vênus visto da Terra.   Porém, com 8 anos de observação não dá para saber se Vênus vai se comportar assim para sempre ou não. Também não dá para saber se teve erro de medida, uma vez que não tinham instrumentos. Portanto, somente com uns 36 anos de medições daria para começar em pensar em modelos. earth-venus-rose-pattern-orbital-resonance-300x291   Mas, o que a órbita acima parece? Parece uma órbita circular, com várias subórbitas menores. Aí, os gregos antigos criaram um modelo que descrevia exatamente isto: círculos maiores e subcírculos menores. Com essas fórmulas, dava para prever a posição dos planetas no céu, vista da Terra, que estaria no centro do universo.   E, porque Vênus faz uma dança tão maluca no céu? Não se sabia. A fórmula do modelo antigo apenas descrevia o resultado, e não explicava mais nada. E, para o pessoal da época, era suficiente.


Galileu, Kepler, Newton   Foram precisos séculos para que os grandes nomes da Física que conhecemos, Galileu, Kleper, apoiados em milênios de dados, reescrevessem o modelo antigo. Faria muito mais sentido que todos os planetas girassem ao redor do Sol, inclusive a Terra. E a órbita de Vênus era tão esquisita porque tanto Vênus quanto a Terra giram com velocidades diferentes em órbitas elípticas diferentes ao redor do Sol.   E foi preciso mais um gênio, um dos mais geniais de todos, Isaac Newton, para formular três leis (Inércia, ação e reação, força =massa * aceleração) que realmente explicassem a dança dos planetas. O surpreendente é que a força da gravidade que faz cair a maçã na cabeça de Newton é a mesma que faz os planetas orbitarem ao redor do Sol, é a mesma lei que rege a dança sensual de Vênus no céu.   Talvez por causa desta dança sensual nos céus, o planeta tenha sido chamado de Afrodite, a deusa do amor, pelos gregos (e Vênus pelos romanos, posteriormente)

Arnaldo Gunzi

Março/2015.


Recomendações Quadrivium: Livro com belíssimas ilustrações geométricas e planetárias. http://www.livrariacultura.com.br/p/quadrivium-42269624 http://www.takayaiwamoto.com/Earth_Moon_Sun/Harmony_Planets.html


“O Binômio de Newton é tão belo quanto a Vênus de Milo, embora haja poucos para dar com isto” – Fernando Pessoa


Bônus. Órbita de Mercúrio visto da Terra         earth_mercury     Órbita de Júpiter vista da Terra earth_jupiter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s