O Amor Fati no mundo atual

Amor Fati é um dos conceitos mais interessante do filósofo alemão Friedrich Nietzsche.

Significa, simplesmente, “Amor ao destino”. Amar a sua vida, hoje, agora, do jeito que ela é, e não do jeito que você gostaria que fosse.

Estoicismo

A fórmula do amor fati é semelhante aos pensamentos do Estoicismo, escola de pensamento greco-romana.

“Não procure que tudo aconteça como você deseja, mas sim que tudo aconteça como realmente deve acontecer – então sua vida será serena”.

O único momento da vida que realmente vivemos é o agora. O passado já foi, o futuro não existe ainda.

Então devemos aceitar tudo?

Há um questionamento recorrente à este tipo de filosofia. Devemos então aceitar passivamente a nossa vida, sem questionar e sem querer mudar nada?

Sobre este ponto, gosto da visão de Nassim Taleb, dos livros Cisne Negro e Antifrágil.

Ele cita que o filósofo antigo Sêneca era bastante criticado. Por um lado, ele pregava o estoicismo. Por outro lado, ele ocupava posição importante na política e não se refreava em desfrutar do melhor que o dinheiro poderia comprar.

Taleb argumenta que Sêneca era antifrágil. Se a vida dava a ele condições, por que não a aproveitaria? Se ele viesse a perder tudo o que tinha, ele simplesmente daria de ombros e continuaria a tocar a vida daquele ponto em diante, sem ficar lamentando a má sorte e as agruras do destino.

Sêneca era, portanto, um praticante do Amor Fati.

“Lembre-se que tudo que temos nesta vida está emprestado para nós pelo Destino. Este pode reaver tudo sem nos avisar. Portanto, devemos amar nossos entes queridos, mas sempre lembrando que não há promessa que podemos cumprir para sempre.” – Sêneca, o jovem.

Vide também:

https://ideiasesquecidas.com/2018/11/13/aforismos-de-seneca-sobre-a-vida/

https://ideiasesquecidas.com/2019/05/10/o-que-e-antifragil/

https://ideiasesquecidas.com/2020/08/16/a-natureza-probabilistica-heisenberg-e-o-eterno-retorno/


Ideias técnicas com uma pitada de filosofia

https://ideiasesquecidas.com/

No palco da vida, tudo é emprestado

O grande filósofo romano Lucius Sêneca, adepto da corrente de pensamento conhecida como estoicismo, disse: “Tudo na vida é emprestado”. A casa que achamos que é nossa, as posses que pensamos ter, até a família que achamos construir, tudo isso terá que ser devolvido, em algum momento.

Lembro-me de um soneto de William Shakespeare, que começava com “All the world is a stage”.

O mundo é um palco,
e os homens e mulheres, meros atores,
Eles têm suas saídas e entradas.

Algumas pessoas nascem como o rei. Todas as posses, regalias, poder de mandar na vida de outras pessoas.

Outras pessoas nascem como cavaleiros, vilões, alguns como magos, hobbits e elfos.

Outros como meros camponeses, desprovidos de tudo. Alguns outros, como o Bobo da Corte.

West Yorkshire Playhouse production of KING LEAR by William Shakespeare directed by Ian Brown

Depois de encenarem a peça, os atores devolvem o personagem e voltam para casa.

Até o dia que começarem outra peça, onde o bobo da corte pode ser o rei, e o rei, o bobo da corte…

All the world’s a stage,
And all the men and women merely players;
They have their exits and their entrances,
And one man in his time plays many parts,
His acts being seven ages.

Aforismos de Sêneca sobre a vida

Lucius Amadeus Sêneca, também conhecido como Sêneca, o jovem, foi um filósofo romano que viveu entre 4 a.C. e 65 d.C. Ele é um representante da escola estoica de pensamento.

Seneca.jpg

Os aforismos a seguir darão uma ideia do que é o estoicismo.

A vida não é curta. A vida é longa o suficiente, desde que a pessoa saiba usá-la.

As pessoas são frugais em guardar os seus bens pessoais, porém quando se trata do seu tempo, o seu bem mais precioso, elas a desperdiçam copiosamente.
As pessoas perdem o dia na expectativa da noite, e a noite com o medo do amanhecer.

(Comentário rápido. Nos meus tempos de engenheiro da Aeronáutica, tinha uma pessoa que entrava no escritório as 8 da manhã, nada fazia o dia inteiro, até ir para casa as 17h. Todo mundo dizia que o mesmo iria se aposentar dali a 3 anos, e estava só esperando o tempo passar. Ora, acho que há coisa melhor a fazer com a vida do que cumprir expediente sem produzir nada de útil)

Tudo na vida é emprestado. 

Lembre-se que tudo que temos nesta vida está emprestado para nós pelo Destino. Este pode reaver tudo sem nos avisar. Portanto, devemos amar nossos entes queridos, mas sempre lembrando que não há promessa que podemos cumprir para sempre.

A vida feliz é a que concorda com a sua natureza. Ora, isso não poderá ocorrer se a mente não for sã e não estiver em posse da própria saúde e, em seguida, corajosa e enérgica, nobre, paciente e acomodada às várias situações. Ela deverá também cuidar sem ansiedade do corpo e das coisas que adornam a vida, sem se deiar deslumbrar por nenhuma, e estar pronta a utilizar os dons da fortuna, sem ser escrava deles.

Aquele que é corajoso é livre.
A verdadeira felicidade está fundada na virtude. E o que o aconselha a virtude? A nada julgar bom ou mau, a não ser o que te suceder por causa da virtude ou do vícios. Permanecer inabalável diante do mal e de um bem. Nada te constrangerá, será livre, seguro e isento dos males e perigos.

Por que fala com mais coragem do que vive?

A riqueza é o escravo do sábio e o mestre do tolo.

Não é que o homem tem pouco, mas o homem que quer sempre mais, que é pobre.

O mais poderoso de todos é aquele que tem poder sobre si mesmo.

Não pelas coisas serem difíceis que não temos coragem. É por não termos coragem que as coisas são difíceis.


Último comentário rápido. O pensador Nassim Taleb comenta sobre Sêneca. Diz que muita gente critica o filósofo romano por este falar de estoicismo, mas ter sido muito rico.

Como entender tal contradição?

Taleb sustenta que ele é antifrágil. Ele é rico porque o Destino lhe deu capacidade para juntar tais riquezas.  Mas, se este mesmo Destino tirar todas essas riquezas, Sêneca não vai ficar chorando na sarjeta. Ele vai simplesmente continuar andando em frente. Afinal, tudo na vida é emprestado, faz-se uso enquanto tiver, e devolve sem lamentos quando pedirem de volta.


Fontes

Livro “Da vida feliz”. Link da Amazon: https://amzn.to/3tvMM1r

https://archive.org/stream/SenecaOnTheShortnessOfLife/Seneca+on+the+Shortness+of+Life_djvu.txt

https://www.goodreads.com/quotes/7689848-remember-that-all-we-have-is-on-loan-from-fortune

https://www.goodreads.com/work/quotes/1374471-de-brevitate-vitae