Bitolas e histórias de bitolados

​A bitola refere-se à distância entre trilhos de trem. São duas linhas retas, paralelas, nunca saem do padrão.

Related image

Um ser humano bitolado é exatamente isto: alguém que aceita somente uma resposta possível, nunca sai do padrão, nunca pensa diferente.

Compartilho três histórias sobre bitolas, provavelmente apócrifas, porém ilustrativas.


 

Bitolas desde o Império Romano

As bitolas de trem têm as dimensões atuais porque as bitolas do passado tinham essas dimensões. Mudar a bitola impacta na mudança do tipo de trem, estações, etc…

Image result for chariot roman empire

As bitolas de trem do passado tinham a largura das estradas que já estavam abertas, facilitando a instalação. As estradas que já estavam abertas tinham as dimensões que tinham devido ao tamanho das carruagens que nelas passavam… e assim sucessivamente, até chegarmos à conclusão de que as dimensões das bitolas de trem de hoje são devidas às estradas e carruagens abertas no Império Romano, há mais de 2000 anos! Isso é ser bitolado, literalmente.

 


A árvore da praça

Um dia, uma árvore numa praça tinha sido vandalizada. Um general do exército viu aquilo, e ordenou que os soldados tirassem serviço ali naquele ponto, para proteger a árvore por um tempo. E assim foi feito: dois soldados tirando serviço por turno, três turnos por dia, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Troca de turno, briefing do oficial do dia, transporte até o quartel, etc… Com o passar do tempo, o general foi transferido para outra base, e os soldados continuavam a tirar serviço na praça porque sempre tinham tirado naquele lugar.

Image result for arvore

Anos depois, chegaram à conclusão de que a árvore ali na praça estava atrapalhando a visibilidade deles. Portanto, cortaram a árvore, e mantiveram a guarda naquele ponto pelos anos a vir…

 


 

Porcos assados

Após um raio cair e incediar as árvores, uma tribo descobriu porcos assados na floresta queimada. Desde então, para fazer porco assado, eles isolavam uma região da floresta, colocavam o porco nela, e ateavam fogo na floresta toda. Esta receita foi passada de pai para filho, sempre com muita pompa e orgulho. Em algumas gerações, surgiu a figura do mestre-incendiário de porcos, posição que necessitava de anos de preparo e experiência.

 

Um dia, um inovador veio de uma tribo vizinha, com uma ideia extremamente simples: que tal se fizéssemos uma fogueira e colocássemos o porco sobre ela, ao invés de queimar uma floresta inteira? A tribo rejeitou a ideia, taxou o inovador como louco, e o condenou a morte na fogueira por propor tal heresia!

 


Bônus – teclado QWERTY

O teclado QWERTY, que é o teclado padrão de todos os desktops e notebooks do mundo atual, tem essa configuração por causa das antigas máquinas de escrever.

Image result for keyboard
Para quem nunca viu uma máquina de escrever, é como se fosse um teclado, porém o acionar de cada letra aciona uma espécie de alavanca, que atinge uma fita de tinta e imprime o caractere desejado numa folha de papel.

Image result for typing machine

O problema é que, se a pessoa datilografasse depressa demais, duas alavancas de duas letras diferentes poderiam colidir, travando a máquina. Para evitar este problema, os inventores dispuseram as letras do teclado de forma a desotimizar a velocidade de digitação – e dar tempo a tempo para que o mecanismo não travasse.

Image result for typewriter how it works

Como o teclado não é disposto de forma intuitiva, dá trabalho decorar as posições das letras. Mudar um pouquinho a posição das letras obriga novo esforço de aprendizagem pelas pessoas.

Portanto, já que hoje milhões de pessoas dominam o teclado QWERTY, é improvável que alguém o mude no futuro – fazendo todos perderem tempo digitando de forma vagarosa.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s