Gentileza gera Gentileza 

Entre 2003 e 2009, fiz inúmeras viagens de ônibus entre SP ao Rio de Janeiro.
Ao chegar à rodoviária do RJ, na zona portuária, há uma série de pichações curiosas em pilares de um viaduto que passa por lá.
Dentro do ônibus, não dá para ler direito o que está escrito. Mas são  mensagens esquisitas, que falam sobre gentileza, amor, como as da foto a seguir.
Gentileza2.jpg
Sempre achei que fosse alguma pichação qualquer. Nunca dei a menor bola para isto.
Gentileza1.jpg
Até que um dia, me falaram de um tal de “profeta gentileza”, que era famoso por pregar que “gentileza gera gentileza”.
Achei curioso, e fiquei com impressão de que já tinha visto isto em algum lugar. Só tempos depois que liguei os pontos: o “profeta gentileza” foi o cara que escreveu as pichações que recebem os visitantes que chegam ao RJ.
O profeta foi realmente meio maluco, mas deixou um legado à cidade: essas pichações viraram patrimônio histórico da cidade do RJ. Isto está até atrapalhando o projeto de revitalização da zona portuária, porque pelo projeto, eles iriam derrubar o viaduto que tem as colunas que são patrimônio histórico. Agora vão ter que derrubar o viaduto e manter as colunas, algo assim.
A pichação esquisita também virou camiseta, imã de geladeira, caderno, etc.
CamisaGentileza.jpg
Numa época em que o mundo está cada vez mais rude e impessoal, o legado mais importante é a mensagem, extremamente simples e verdadeira: “Gentileza gera gentileza”.
Mais sobre o profeta gentileza: https://pt.wikipedia.org/wiki/Profeta_Gentileza


Outros posts sobre o Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s