Menos é mais

 

Imagem

Uma das consequências dos conselhos de manter o foco nos pontos fortes, é a escolha das opções que temos.

Já dizia sabiamente o ditado: menos é mais. Ao invés de saber muitas línguas, dominar muitos assuntos, saber sobre muitas tecnologias, é melhor focar no que você sabe, e daí sim, saber muita coisa dentro do domínio que escolhemos.

Uma vez li, num artigo desses de business, que o gerente de projetos tem que saber tudo: lidar com as pessoas, suportar pressões, gerenciar stakeholders, ter conhecimento técnico do projeto, dominar o gerenciamento de projetos, saber se comunicar bem, saber fazer tudo rápido, no prazo e no tempo combinados, e ainda ter tempo para a família. Ora, o super-homem não existe, e se existisse, não se prestaria a algo tão mundano quanto tocar um projeto. Somos seres humanos, não super-homens. Exigir tudo de todos só vai provocar um comportamento do tipo “engana que eu gosto”: ok, concordo com isso, mas não vou aplicar, só vou repetir o bordão quando for bonito o fazer.

Portanto, é mais efetivo focar no que você sabe fazer de melhor, reconhecer que não sabe fazer tudo e delegar para pessoas de confiança. Os líderes são mais gerenciadores de pessoas do que técnicos, e o bom gerente de projetos não é o que sabe tudo, mas sim, o que reconhece que não sabe fazer tudo e delega as tarefas para as outras pessoas com justiça e equilíbrio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s