Apache Kafka x Franz Kafka

O pessoal de TI veio esses dias falar de uma plataforma chamada Kafka. Para dar uma zoada neles, eu sempre digo que só conheço o original, e que é muito melhor: o escritor húngaro Franz Kafka.

Ele é um dos maiores escritores do século passado, e o autor de contos que variam do sombrio ao existencialista.

Algumas recomendações abaixo.

A Metamorfose: é a história mais famosa dele. Popularmente, é conhecido como o conto de uma pessoa que vira uma barata, da noite para o dia. Entretanto, no livro, ele não cita nenhuma vez no que o protagonista se transformou.

https://amzn.to/2QhcHKx

Os seus contos, por terem um viés expressionista, são excelente para adaptações em obras gráficas. Seguem várias recomendações kafkanianas em quadrinhos:

O Processo


https://amzn.to/38XfY8w

O Castelo


https://amzn.to/2NCijye

Kafka, de Crumb


https://amzn.to/3cNaheu

Veja também:

https://ideiasesquecidas.com/2014/04/07/before-the-law/

https://ideiasesquecidas.com/resumos/

Trilha sonora: Uma barata chamada Kafka

Before the law

(Recontando um conto de Franz Kafka)

Um homem queria conhecer a Verdade. Perguntou a diversas pessoas onde poderia encontrá-la.

Acabou chegando num portão, que ele deveria atravessar para conhecer a Verdade.

Um guarda, grande e forte, não permitiu a entrada do homem.

O homem tentou persuadí-lo, mas não obteve resultado. Tentou suborná-lo trazendo comidas e bebidas. O guarda aceitou, mas disse que só aceitaria para que ele se convencesse de que isto não adiantaria para nada.

Os anos foram passando, e o guarda continuava protegendo o portão…

Um pouco antes da morte do homem, ele perguntou ao guarda:

“Durante todos esses anos, ninguém mais apareceu para entrar no portão da Verdade. Por quê?”

O guarda respondeu: “Porque este portão é somente seu”.

O homem perguntou: “Por que você guarda o portão e não me deixa entrar?”

O guarda respondeu: “Porque esta é a minha função”.

Após a resposta, o homem morreu e o guarda fechou o portão.