Exploit x Explore

Eis um conceito bem legal, porém difícil de traduzir para o português.

  • O “Explore” seria explorar, no sentido de desbravar novos horizontes, testar novos caminhos. Seria algo horizontal, ver coisas diferentes, descobrir.
  • O “Exploit” seria explorar, no sentido de aproveitar, usar a fundo algum recurso. Seria algo vertical, usar a mesma coisa o máximo possível.

Imagine um jantar em restaurantes como exemplo. Podemos procurar novos restaurantes, sob o risco de dar o azar de escolher um lugar ruim. Ou podemos ir no conhecido e garantido, sob o risco de perder a chance de conhecer algum melhor.

Quando usar o “explore” ou o “exploit”? Há um claro tradeoff.

Uma forma de decidir é conhecendo os recursos disponíveis.

Se queremos conhecer uma cidade nova, temos muito tempo à disposição, o “explore” é interessante para obter conhecimento.

Já numa situação oposta, onde não podemos errar, ou nos últimos dias da viagem, é melhor usar o “exploit”, colher os frutos do conhecimento obtido.

Intuitivamente, já fazemos isso.

O problema é fazer o oposto: não explorar quando temos recursos à disposição, ou arriscar quando temos menos margem de erro.

Aí eu lembro uma vez que fui ao Canadá, em 2006, e estava louco para explorar aleatoriamente a bela cidade de Quebec. Porém, o colega que foi comigo (e era o líder da missão), resolveu almoçar no… McDonalds! Zero espírito aventureiro.

Um comentário sobre “Exploit x Explore

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s