Marcos Pontes, o astronauta ministro

Conheço o Marcos Pontes de uma palestra que assisti dele, o que é pouco, mas posso falar muito da parte ITA (fiquei 5 anos), da Aeronáutica (outros 5 anos) e de vários colegas aviadores que fizeram engenharia.

opinioes_topo.jpg
O futuro ministro da Ciência e Tecnologia é tenente-coronel aviador  e engenheiro aeronáutico, pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

A Academia da Força Aérea (AFA) fica em Barbacena, MG. Entrar e se tornar aviador na AFA envolve uma dedicação enorme. Disciplina militar na veia e formação acadêmica equivalente à administração. Não é para qualquer um. E, para piorar, mesmo que a pessoa seja perfeita fisicamente e perfeita intelectualmente, ser aviador significa voar. E a parte do voo reprova muita gente competente, que simplesmente não tem genética para voar.

ita.jpg

Ser engenheiro do ITA não é pouca coisa. Há pouquíssimas vagas por ano (umas 120). As provas são nos níveis mais elevados do Brasil. Os alunos, além de dar conta do recado,  ajudam a tornar o nível mais alto ainda. Conheci algumas pessoas brilhantes – só na minha turma, duas pessoas conseguiram o título de suma cum lauda – ou seja, nota média de 9,5 no curso. Basta dizer que a Embraer deve muito às cabeças vindas do ITA. O ITA é um oásis de excelência num país que tem uma educação bem abaixo da média mundial.

Ser aviador pela Força Aérea e depois fazer o curso de engenharia no ITA é para pouquíssimos. Todos os aviadores engenheiros que conheci eram pessoas extremamente capacitadas, tanto na parte militar quanto na parte analítica. Os filtros são muito seletivos. Não tem como a pessoa ser fraca, ou um enrolador, impossível.

No currículo dele também consta mestrado em Engenharia de Sistemas pela Naval Postgraduate School, Califórnia, EUA, entre outros.

Para ser o astronauta no processo da NASA, houve um processo seletivo, que Pontes participou junto com outros concorrentes do mesmo porte, extremamente capacitados. Pontes foi o melhor do Brasil na época em termos físicos e capacidade intelectual.

Na NASA, foram alguns anos na preparação para ser astronauta, onde ele teve que abdicar dos seguintes itens: a família, a carreira na Aeronáutica e a própria vida.

  • A família porque o treinamento envolvia dedicação total, 24h por dia e 7 dias por semana.
  • A carreira militar porque a missão era civil, e ele deveria abdicar de ambições de seguir a carreira por vias normais.
  • E a vida, porque ir para o espaço é algo potencialmente perigoso. O astronauta deve estar preparado para enfrentar (sozinho) todos os eventuais problemas que ocorrerem durante a jornada. Todo astronauta deve assinar um documento, dizendo que está ciente de que a missão talvez seja só de ida…

Se pegar um avião e ir para a China sozinho já é meio assustador, imagine entrar num foguete e ir para uma estação espacial em órbita no meio do nada?

Embora a finalidade da missão espacial seja muito contestada, não cabia a Pontes questionar os objetivos desta, e sim executá-la da melhor forma possível.

Portanto, Pontes tem uma carreira brilhante, uma formação excelente e certamente uma boa vontade enorme. A palestra e os livros dele mostram todo esse idealismo e otimismo, beirando à auto-ajuda (que não curto muito).

De toda forma, suponho que a formação dele seja melhor que a de políticos como Aldo Rebelo e Aloizio Mercadante, ex-ministros da pasta.

Se ele vai ser um bom ministro, não se sabe, por necessitar de habilidades políticas que talvez ele não tenha. Um ponto forte é que ele conhece outras tantas pessoas brilhantes como ele, e tem potencial para compor um ministério altamente competente.

Por fim, desejo boa sorte. O Brasil precisa de mais ciência e tecnologia de verdade.


Alguns links.

http://www.marcospontes.com/$SETOR/MCP/VIDA/biografia.html

Confesso que colei – sobre a inexistência de cola no ITA

A associação dos burros esforçados

3 comentários sobre “Marcos Pontes, o astronauta ministro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s