A melhor ferramenta

Da sabedoria do Tao Te Ching: “A melhor ferramenta é aquela que não faz nada.”

Isto porque, nas poucas vezes em que a ferramenta é utilizada, ela trabalha tão bem que não há a necessidade de a utilizar de novo tão cedo.
tao-te-ching.jpg

Urgente, mas importante?
Nos dias de hoje, tem-se uma quantidade cada vez maior de necessidades urgentes. O telefone, com o seu toque estridente. O Whatsapp com o seu sininho. Receber e enviar e-mails 24h por dia, do computador, do celular, do relógio. Mensagens instantâneas. Atualizações do Facebook.
Urgente é diferente de importante. Urgente é o que urge, que necessita de resposta. Importante é o que realmente importa, que é relevante. O problema é que, muitas vezes, coisas importantes não são urgentes.
Tao.jpg
Devemos fazer o que é importante, e ignorar o que não é (mesmo sendo urgente). Assim como o caso da ferramenta do Tao, o melhor não é estar ocupado 24h, mas estar ocupado com o que é importante, somente pelo tempo necessário.
Pela distribuição Pareto dos fatores econômicos do mundo, 80% dos whatsapps, e-mails, noticiários da TV, não servem para absolutamente nada. Não são importantes. Não é importante saber o que o seu primo distante está almoçando pelo Facebook. Ou responder um whatsapp com piadinha. Entretanto, muita gente deixa o que é importante, para responder algo urgente. E, de urgente em urgente, deixamos de lado o que é importante: estudar, cuidar da família, trabalhar num projeto de longo prazo, etc.

Citações do Tao
yin-yang-symbol-variant_318-50138.jpg

Por isso o sábio se preocupa

com as profundezas e não com a superfície,
com a fruta e não com a flor.
Ele não tem desejos próprios.
Ele habita na realidade
e esquece todas as ilusões.
Encha sua tijela até a borda
e ela transbordará.
Continue a afiar sua faca
e ela ficará cega.
Persiga o dinheiro e a segurança
e seu coração nunca relaxará.
Preocupe-se com a aprovação dos outros
e você será prisoneiro deles.
Faça o seu trabalho, depois se afaste dele.
Esse é o único caminho para a serenidade.
O Mestre não tenta ser poderoso;
assim ele é realmente poderoso.
O homem comum segue perseguindo o poder;
assim ele nunca tem o bastante.
O sábio não faz nada
mas não deixa nada inacabado.
O homem comum está sempre fazendo coisas
e mesmo assim, muito mais são deixadas por fazer.
O homem bom faz alguma coisa
mas algo fica por fazer.
O homem justo faz alguma coisa
e deixa muitas coisas por fazer.
O homem moralista faz alguma coisa
e quando ninguém obedece,
ele ergue seu escudo e usa a força.
Aja sem fazer;
trabalhe sem esforço.
Pense no pequeno como grande
e no pouco como muito.
Enfrente o difícil
enquanto ele ainda é fácil,
realize uma grande tarefa
com uma série de pequenos atos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s