Confucionismo, tradições e capitalismo

hqdefault

Na China (e no Japão), toda a cultura é fortemente influenciada pelo confucionismo. E isto chega a dificultar uma das facetas mais importantes do capitalismo, a inovação. Como?

Confúcio foi um pensador chinês, que viveu há 2500 anos atrás. O seu ensinamento tem dois alicerces: pensar no coletivo, ao invés de pensar no individual, e respeitar os mais velhos, os mais experientes.

Diversas dinastias imperiais chinesas adotaram o confucionismo como filosofia a ser seguida. Em concursos públicos da China antiga, o confucionismo era das umas matérias obrigatórias. Trabalhar para o governo era uma das poucas oportunidades de ascenção social dos povos antigos da China.

Muita tradição confucionista persiste até hoje.

Exemplo: na China, o irmão do seu pai não é apenas um “tio”. Lá, depende se é o irmão mais velho do seu pai – “bobo” – ou o irmão mais novo do seu pai – “shushu”. A irmã mais velha de sua mãe é “jiujiu”, e a irmã mais nova é “ayi”. O seu irmão mais velho é chamado de “gege”, enquanto a sua irmã mais velha é chamada de “meimei”. Seu irmão mais novo é chamado de “didi”, e sua irmã mais nova é chamada de “jiejie”. O seu avô materno é chamado de “waigong” e a avó materna de “waipo”. O avô paterno é chamado de “yeye” e a avó paterna é chamada de “nainai”. No Japão, é mais ou menos igual, monte de nomes para tudo quanto é parente.

Qual a lógica desta loucura de nomes? Conforme disse anteriormente, uma das bases do confucionismo é respeitar os mais velhos. As pessoas têm uma hierarquia de idade, por isso você deve respeitar seu irmão mais velho – “Gege”, enquanto seu irmão mais novo – “Didi” – deve te respeitar. O filho homem mais velho é o mais importante de todos, porque é ele que tem a missão de liderar o resto dos irmãos e cuidar dos pais quando velhos. Ao irmão mais velho são dadas as maiores oportunidades, como chance de estudar (mesmo se este não tiver a menor aptidão). O homem tem posição mais privilegiada que a mulher, então o avô paterno tem mais hierarquia que o avô materno, e assim sucessivamente.

Numa empresa, o confucionismo também influencia. O funcionário mais velho é um veterano, que deve ser respeitado pelos calouros. O gerente tem posição mais elevada que os operários, então estes devem acatar o que o for comandado. Tudo muito mais hierarquizado e rígido que no ocidente.

Acontece que a natureza não dá a mínima bola para este conceito de hierarquia por idade. Não é porque um irmão é alguns anos mais velho que o outro que ele vai estar sempre correto. A soma de todas as inúmeras variáveis que compõe o desenvolvimento do ser humano é que determinam quem está correto, quem é mais efetivo, quem obtém sucesso. No ocidente em geral, se o quinto irmão tiver uma cabeça boa, é a ele que devem ser dadas as oportunidades de estudar. Se o funcionário veterano é pouco efetivo, ele que seja ultrapassado pelo novato.

O conceito de inovação está muito ligada ao conceito de “destruição criativa” termo popularizado pelo economista Joseph Schumpeter. Criar algo passa pela destruição do que se tinha anteriormente. É o processo de constante mudança econômica, destruindo o antigo e substituindo pelo novo.

Numa empresa chinesa, ou japonesa, é difícil atacar o status quo. É difícil alguém dizer que o seu pai está errado, que o seu irmão mais velho não sabe nada (principalmente se o contestador for uma mulher), que o gerente deveria tomar outros rumos, que o veterano está atrapalhando a empresa. E, sem contestação e destruição do antigo, não há o novo.

O confucionismo pode ter sido muito bom para algumas coisas, como o bem estar dos idosos, mas, em termos de estímulo à inovação, o que conta é o contrário: a destruição das ideias atuais e a constante mudança de ideias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s