Erro de estratégia eleitoral

CorridaEleitoral

Corrida eleitoral brasileira de 13/09/2014.

As pesquisas mostram Dilma com 39%, Marina com 31% e Aécio com 15%.

Desde que a candidata Marina Silva surgiu nas pesquisas como uma fortíssima candidata a vencer a eleição, tanto Dilma quanto Aécio passaram a atacá-la: mostrar inconsistência de posicionamento, falta de apoio parlamentar, falta de experiência.

Aécio só vai para o segundo turno caso aconteça algum milagre. E, mesmo se for, Aécio não ganha em nenhum cenário possível. Nunca ganhou a eleição em nenhuma pesquisa já feita. Entretanto, ele aposta neste milagre, e continua a atacar a candidata Marina Silva.

Eu acho este posicionamento de Aécio um erro estratégico. Ao atacar Marina, ele favorece Dilma. Seria mais interessante fazer duas coisas.
1 – Assumir (não publicamente, mas estrategicamente) que já perdeu a eleição.
2 – Aliar-se a Marina e atacar Dilma.

Desta forma, além de ter chances efetivas de montar uma aliança que vai governar o país, esta aliança melhoraria os aspectos ruins de Marina: suporte em termos de apoio parlamentar, suporte com experiência de governos passados, e um discurso mais consistente.

Assumir a derrota e partir para a segunda opção é melhor do que acreditar em sonhos, reviravoltas e milagres.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s