Concorrente Biológico e Distúrbios Políticos

bonequinho-analise-concorrente

Na história da humanidade, houve um avanço significativo no combate a doenças, com a descoberta dos antibióticos. Muita gente até previu que as doenças seriam erradicadas no futuro.

Da mesma forma, o surgimento de inseticidas poderosos (como o DDT) faziam as pessoas pensar que nunca mais haveriam problemas na lavoura.

Ledo engano. A natureza é robusta, e o homem é frágil (diria Nassim Taleb).

Décadas depois do surgimento dos antibióticos, as bactérias não só ainda existem, mas evoluíram e são imunes aos antibióticos antigos. E o mesmo ocorre com os insetos da lavoura, muitos evoluíram e ficaram imunes. Qual a solução? Criar antibióticos mais e mais poderosos, e inseticidas mais e mais fortes. Mas, aí, as bactérias irão evoluir para ficar mais resistentes ainda, etc. Um ciclo vicioso, uma guerra química e biológica que não tem perspectiva de parar.

Uma solução que vem sendo perseguida atualmente é a de desenvolver concorrentes biológicos. Investir em concorrentes naturais dos seres malignos, para ocupar o espaço destes. Ao invés de matar todas as bactérias, que tal injetar bactérias no seu corpo? Só que, ao invés de ser uma bactéria qualquer, seria uma que não faz mal ao seu corpo, e dificulta a proliferação da bactéria ruim, por ser inimigo desta.
Em termos de lavoura, é o mesmo. Ao invés de exterminar a mosca que come a sua semente, que tal colocar um monte de sapos? Ou favorecer a reprodução de uma mosca concorrente, que come outra coisa, mas que consegue reproduzir com a mosca ruim?

E em termos de distúrbios políticos? O que se vê é que, quanto mais se tenta destruir um Saddan Hussein, um Hamas, mais forte algum efeito colateral aparece. É um ciclo infinito de destruição, ressentimento e revide.

Há vários economistas que argumentam que, assim como na biologia, seria mais sábio apoiar grupos rivais dos oponentes atuais, porém benignos.

O problema é que esta abordagem não é imediata. É uma solução de médio longo prazo, mas muito mais eficaz que a pura e simples meta de destruição do inimigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s