Nenhuma lição é para sempre

A frase “Há lições que ficam para sempre” está errada. Não há lições que durem para sempre.

 

 

É exatamente o contrário. Toda solução tem um prazo de validade, por melhor que esta seja.

 

 

Isto ocorre porque o mundo muda. As pessoas mudam. Os processos mudam. As regras do jogo mudam.

 

Além disso, há a entropia.

 

A Segunda Lei da Termodinâmica diz que, num sistema isolado, a entropia tende a aumentar. “Entropia” pode ser entendida por “desordem”.

 

Um “sistema isolado” é um sistema que não recebe nem perde calor.

 

 

Por outro lado, se o sistema não for isolado (ou seja, colocando energia), é possível manter a entropia sob controle.

 
Portanto, é sempre necessário estar aprendendo de novo, ensinando de novo, treinando de novo, de tempos em tempos…

 

 

 

Vide também:

Dinheiro e termodinâmica

Matéria, onda, energia, bola de futebol e prof. Weis

 

 

Dinheiro e Termodinâmica

Dinheiro é como energia. Energia em si mesmo não é nada, o seu valor é como intermediário. A energia é a equivalência entre calor e trabalho. E o dinheiro, a equivalência entre dois produtos, ou dois serviços diferentes. A energia é o algo que se conserva na transformação entre um e outro.

 

 

Sendo dinheiro uma espécie de energia, valem as leis da termodinâmica. A termodinâmica se refere à relação entre calor, trabalho e energia, e há duas leis principais.

 
A primeira Lei da Termodinâmica é a da conservação de energia: a energia não pode ser criada ou destruída, apenas transformada. Portanto, não espere que haja resultados sem trabalho, ou resultados alavancados com pouco trabalho. Aquele que consegue mobilizar uma quantidade grande de energia pode mobilizar uma quantidade enorme de trabalho.

 
A segunda Lei da Termodinâmica é a da entropia: na transformação entre calor e trabalho, sempre se perde alguma coisa. Nem todo o trabalho vai gerar resultado – uma boa parte do trabalho não vai gerar resultado algum, vai se perder como entropia. O que existe de fato são meios mais eficientes de trabalhar, que geram menos desperdício de resultados.

 
Sobre a fórmula mágica do sucesso. Assim como não existe o tão sonhado moto-contínuo da termodinâmica, não existe o moto-contínuo do sucesso ilimitado sem trabalho. Qualquer um que venda o sucesso sem trabalho estará mentindo. Não há almoço grátis. Todos os atalhos são perigosos.

 

Conclusão: não espere que valor seja criado do nada.