Review – Alura

Fiz um trial da plataforma de ensino Alura, e explorei os cursos com intensidade, nos últimos dias.

Algumas impressões gerais:
– Tem uma quantidade enorme de tópicos relativos à TI: Programação, Dev Ops, Mobile.
– Para o meu foco de interesse, tinha uma trilha em Data Science, com cursos diversos: Excel, VBA, Power BI, Estatística, Python, Modelagem de dados. Machine learning, SQL server. Dentro de cada curso desses, uma programação de aulas a ser seguida.

As aulas consistem em vídeos didáticos, e exercícios no final – alguns de múltipla escolha, outras para colocar código. Há também um fórum de discussão (também joguei uma pergunta para ver se alguém respondia, e um outro aluno respondeu logo a seguir).

A licença não é por curso, mas por mensalidade. A pessoa pode explorar quantos cursos quiser, neste período.

Fiz um curso do início ao fim, para ver a questão do certificado. Mesmo sendo trial, deu para inserir o certificado no LinkedIn.

Para o administrador da conta da empresa, é possível recomendar trilhas de aprendizado e acompanhar quem do time está fazendo qual curso, quantos terminou, etc.

Enfim, é muito legal, para quem tem o espírito de aprender sempre, e para empresas que queiram fornecer uma boa plataforma de aprendizagem.

A era dos cursos presenciais acabou!

Em termos de custo, qualidade e praticidade, cursos on-line vencem com facilidade. A única real desvantagem é a falta de networking entre os alunos.

Seguem algumas indicações.

Bolsa da Amazon e a Udacity, de introdução a machine learning. Vai até Julho.
https://sites.google.com/udacity.com/aws-machine-learning/home

Sobre Power BI, a EDX tem o curso a seguir – gratuito para visualização
https://www.edx.org/course/analyzing-and-visualizing-data-with-power-bi-2

A Kaggle é uma plataforma de desafios de data science. Já participei de alguns, e é num nível bem alto, com equipes do mundo todo e prêmios para os melhores colocados. https://www.kaggle.com/

Há opções mais completas (e pagas). Seguem algumas:

Nanodegree em Python, análise e visualização de dados na Udacity
https://www.udacity.com/course/data-analyst-nanodegree–nd002

Python básico, voltado para análise de dados, na EDX
https://www.edx.org/course/analytics-in-python

Para profissionais de Supply Chain, a indicação abaixo é do amigo Marcelo Tescari, um dos maiores especialistas no tema.
https://www.edx.org/micromasters/mitx-supply-chain-management

Há um universo muito maior a ser explorado, em business, finanças e outros ramos do conhecimento. Favor deixar outras indicações nos comentários.

Só o gagá salva!

Testei o LinkedIn Learning e algumas outras plataformas de EAD nas últimas semanas, e a ideia aqui é fazer uma breve comparação.

O IN Learning adquiriu a plataforma chamada Lynda.com, e é nele que os cursos se baseiam.

São vídeos, muito bem produzidos, com foco em áreas: business, creative and technology.

Cada mini-curso desses tem quizzes, não muito difíceis, e emitem um certificado de conclusão ao final – certificados esses que podem ser colocados no perfil do LinkedIn.

Há algumas modalidades de assinatura premium do LinkedIn, que fornecem acesso aos cursos desta plataforma – o mais barato era de R$ 40,00 mensais. Há uma opção de trial por um mês, podendo ser cancelado a qualquer momento.

Dos cursos que fiz, não achei os temas profundos e também não há uma prova ou trabalho de conclusão ao final. Os cursos são, em geral, uma introdução.

Em comparação, a Udemy também tem cursos com vídeos apenas (vide review).

A Coursera apresenta vídeos, quizzes e testes, em cursos um pouco mais longos (vide review).

A Udacity, na modalidade nanodegree, tem cursos bem pesados e profundos, com projetos bastante demandantes (vide relatório). Outras, como a própria Coursera e EDX também têm programas mais profundos.

Em geral, os cursos mais simples são mais baratos (algumas dezenas de reais e poucos dias). Os cursos com testes são um pouco mais caros, centenas de reais e algumas semanas. Os nanodegrees, milhares de reais e alguns meses – investimento proporcional ao tempo e profundidade abordadas.

Para falar a verdade, os cursos on-line são um apoio, mas o melhor meio de aprender é pela forma tradicional: meter a cara nos livros (hoje em dia, muito fáceis de conseguir), ficar sábados, domingos e madrugadas numa mesa, estudando para valer.

E não é o certificado que conta, mas a capacidade de fazer alguma coisa útil no mundo real com a capacidade adquirida.

Não é o professor que tem que ensinar, não é a beleza do vídeo produzido que vai fazer alguma diferença. É o aluno que tem que aprender, seja vendo vídeo no Youtube, conversando com outros feras do assunto ou devorando livros. É a capacidade da pessoa aprender que conta, no final do dia.

No célebre Instituto Tecnológico de Aeronáutica, há um termo que expressa de forma única este sentimento: Só o gagá salva!

Review – curso online da Coursera

Fiz um curso na plataforma Coursera (https://www.coursera.org/), sobre Quantum Computing. Foi um curso pago, 100 e poucos reais, a fim de ter o compromisso de terminar o mesmo. É possível fazer o mesmo curso de graça, só não tem o certificado no final.

O instrutor era um professor da universidade de S. Petersburgo.

O curso era dividido em 5 semanas, com quizzes rápidos entre os vídeos e um teste ao final de cada semana.

Em termos da estrutura da Coursera, achei muito bom. O certificado é dado somente a quem assistir os vídeos e passar nos testes. É um pouco mais caro, porém bem mais exigente do que o curso da Udemy (que era apenas ver os vídeos).

Não gostei da parte didática. O instrutor não era muito claro, e resolvi muitas das tarefas mencionadas não com as instruções dadas pelo curso, mas através de outras fontes. Parece (e é) um professor normal, daqueles de sala de aula, só que ao invés de escrever na lousa, escrevia num tablet.

Há um fórum de discussão, mas aparentemente este curso tem poucos interessados, então somente o instrutor respondia depois de alguns dias (e, de novo, não era uma resposta muito didática).

Conclusão:

Gostei do esquema de vídeos e testes da Coursera, mas não deste curso em específico.

Outro item interessante é que dá para linkar o certificado de conclusão no LinkedIn. Se alguém quiser me adicionar no mesmo: https://www.linkedin.com/in/arnaldogunzi

Sempre achei isso uma bobagem, porque o que vale é o que a pessoa sabe e não o que está descrito no currículo. Porém, vi que várias pessoas se motivam a fazer cursos vendo que um conhecido o fez, e isto cria um feedback positivo.

Nota: O nanodegree da Udacity é muito mais completo, pesado em termos de carga horário e projetos a fazer, além de muito mais caro. Porém, não dá para comparar com um curso isolado, o programa da Udacity é, como o nome diz, um nanodegree. O próprio Coursera tem programas neste estilo (chama de bachelor degree), e o EDX também.