Como surgiu o Prêmio Nobel

No ano de 1888, o empresário Alfred Nobel leu o seu próprio obituário, nos jornais.

A confusão: fora o seu irmão, Ludvig, quem morrera, não ele. Os jornais cometeram esse erro, mas pior ainda foi o conteúdo da matéria, o rotulando como o “Mercador da Morte”.

Por que “mercador da morte”? Porque Alfred Nobel inventou a dinamite. Antes de Nobel, era extremamente perigoso lidar com nitroglicerina, e a sua invenção permitiu a manipulação segura do explosivo. Além disso, Nobel foi detentor de mais de 355 patentes de invenções diversas. A dinamite foi logo adotada mundo afora, enriquecendo o inventor.

Pois bem, após o obituário o condenar pela invenção de explosivos, Nobel resolveu mudar sua imagem. Trecho do biógrafo Kenne Fant, descrito no link do rodapé:

“Nobel ficou tão obcecado com a sua reputação após a morte, que ele reescreveu o testamento, deixando a maioria de sua fortuna para uma causa que nenhum obituário futuro poderia caluniar”.

Alfred deixou 94% de sua fortuna a 5 prêmios: Física, Química, Medicina, Literatura e Paz. Anos depois, o Banco Central da Suécia doou grande quantia para estabelecer o prêmio de Economia, em homenagem a Alfred Nobel.

É irônico que o Prêmio Nobel da Paz tenha sido criado pelo inventor da dinamite.

E você, o que você quer escrito no seu obituário?

Links:

https://www.history.com/news/did-a-premature-obituary-inspire-the-nobel-prize

https://en.wikipedia.org/wiki/Alfred_Nobel

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s