Assumir a responsabilidade

Todos nós gostamos de pessoas que assumem a responsabilidade dos processos.

Não há nada pior do que fazer uma compra numa loja, e na hora de cobrar o atraso da entrega, ouvir que a logística é terceirizada e portanto a culpa é de outra área. Ou ligar para cancelar uma conta, e ficar pulando de telefonista em telefonista num loop infinito. Para o consumidor não interessa se o problema é no picking, no crédito, na logística, ele quer o produto final.

Para o trabalhador, realmente é difícil assumir a responsabilidade. Uma empresa é formada por várias pessoas, cada qual com o seu papel e responsabilidade, e quase sempre estas têm mais trabalhos do que conseguem fazer. Frequentemente ocorrem falhas, e a justificativa mais natural do mundo é dizer que a falha é de outra área.

Mas não, a falha não é de outra área. A falha é do todo. O líder (aquele com atitude de líder, independente da posição) deve assumir a responsabilidade do processo e também assumir os erros de outras pessoas. É trabalhoso, tem riscos, mas é o que deve ser feito.

Assumir a responsabilidade é uma das características mais importantes do executivo eficaz.

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s