Biologia interessante

Fernando Reinach é um biólogo que escreve artigos interessantes no Estadão. Seus temas variam entre biologia, evolução, neurologia, comportamento. (www.reinach.com)

reinach

Resumo de algumas das ideias

– Vantagem competitiva x concorrência. Cientistas desenvolveram grama resistente a herbicidas, para utilização em campos de golfe. A ideia é poder passar herbicida para matar as ervas daninhas, preservando a grama. É uma clara vantagem competitiva desta grama. Mas esta vantagem vai se perder com o tempo. À medida em que a nova grama vai se reproduzindo, seus bons genes resistentes à grama serão utilizados por outras espécies de grama, até um dia serem incorporadas também pelas ervas daninhas. É a guerra biológica da evolução darwiniana em ação. Uma ideia para evitar que isto aconteça seria criar grama estéril, que não se reproduza. Mas aí obrigaria os usuários a comprarem as sementes eternamente.

– Árvores escalam montanhas: Como árvores podem escalar montanhas? Uma árvore não pode escalar uma montanha. Mas, no processo evolutivo, as árvores podem se reproduzir com mais (ou menos) facilidade montanha acima, se o clima for favorável à ela. Uma pesquisa monitorou o comportamento de uma espécie de árvore numa montanha, e verificou que, em anos quentes, a árvore conseguia territórios mais altos na montanha, e em anos frios, perdia território.

– Rato sozinho em ilha: o que acontece quando se coloca um único rato numa ilha deserta? Ele não consegue se reproduzir, porque não tem nenhum outro da mesma espécie. Cientista fizeram este experimento, colocando um gps no ratinho. Verificaram que ele explorou toda a ilha, e alguns meses depois, sumiu. Foram encontrar o ratinho numa outra ilha vizinha. Ou seja, ele se lançou ao mar, procurando outro lugar para ficar e encontrar uma parceira!

– Salami science: no mundo acadêmico atual, uma das métricas valorizadas é a quantidade de artigos científicos publicados. Como é extremamente difícil avaliar a qualidade, faz-se a avaliação pela quantidade e pelo renome da revista. Por isso, é comum fatiar o trabalho em vários pedaços menores, para fazer o trabalho render mais frutos. Este é o salami science. Mas maior quantidade não é qualidade. Este tipo de comportamento não é bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s