Pequeno desafio do mês de Nov/21

Tomar um Não


Baseado na Terapia da Rejeição de Jia Jiang (link abaixo), fazer um pedido relevante a alguém e tomar um não. Aproveite para pedir algo bem difícil de conseguir (um aumento, um curso, um emprego no Google, um encontro com uma moça charmosa).

Leia a técnica primeiro:
https://ideiasesquecidas.com/2021/01/30/meta-ser-rejeitado-100-vezes/

Link da Amazon: https://amzn.to/39uM5gg

O pequeno desafio do mês de Out/21 era renegociar alguma conta (internet, celular, aluguel, anuidade de cartão) ou cortar de vez (conta adicional Netflix, Spotify, alguma assinatura que não esteja sendo utilizada). Você conseguiu?

Mais histórias do Mulá Nasrudin

Recontando algumas histórias do Mulá Nasrudin, personagem folclórico do Oriente Médio.


O alfaiate e o desejo de Alá

O Mulá Nasrudin encomendou um terno novo ao alfaiate, que prometera o prazo de 10 dias para terminar.

Ao final do período, Nasrudin foi buscar a roupa, mas ainda não estava pronta. O alfaiate prometeu:

  • Se Alá quiser, em uma semana entrego a peça.

Uma semana depois, Nasrudin foi novamente ao alfaiate, que ainda não tinha terminado. Uma nova promessa:

  • Se Alá quiser, em mais alguns dias termino.

Dias depois, Nasrudin retornou, mas, adivinhe, a peça ainda não estava pronta.

  • Se Alá quiser, semana que vem finalizo.

Ao qual, o Mulá retrucou:

  • E qual o prazo, se tirarmos Alá?

A caçada de urso nenhum

O Mulá Nasrudin foi convencido por amigos, a contragosto, a caçar ursos na floresta.

Ao final de alguns dias, os caçadores retornaram de mãos vazias. Nasrudin comentou: “Que bom nenhum urso”.

Os colegas estranharam o comentário, ao qual Nasrudin complementou:

  • Melhor nenhum urso do que algum!

O pagamento pelo banho

Nasrudin foi ao banho público. Como ele estava sujo e maltrapilho, os atendentes praticamente o ignoraram. Ao final do banho, contudo, o Mulá deu uma moeda de ouro para cada atendente, como gorjeta.

Na semana seguinte, Nasrudin foi ao mesmo banho, impecável, trajado como um príncipe. Foi extremamente bem atendido, ganhou loções exóticas e atenção personalizada.

Ao final da experiência, ele deu a mais enferrujada das moedas de centavos como gorjeta para os atendentes, complementando:

  • A gorjeta da semana passada foi para o tratamento de hoje, a gorjeta de hoje, pelo tratamento da semana passada.

O Empréstimo pago corretamente

O Mulá Nasrudin emprestou dinheiro para um aventureiro, mesmo tendo certeza que este não honraria o pagamento.

Para a sua surpresa, o mesmo devolveu corretamente o valor emprestado, na data correta.

Tempos depois, o aventureiro pediu novamente empréstimo, um valor maior do que da primeira vez.

Desta vez, Nasrudin negou:

  • Você já me enganou da primeira vez, quando honrou um empréstimo que eu saberia que não honraria. Não vai me enganar uma segunda vez!

Hábito de comer açúcar

Quando o Mulá Nasrudin tinha a função de juiz no vilarejo, uma mãe pediu a ele que proibisse o filho de consumir açúcar.

O Mulá pensou um pouco, e pediu para a mãe retornar em duas semanas.

Na audiência seguinte, o Mulá pediu para esperar mais duas semanas, depois, mais duas.

Finalmente, depois de tanto tempo, a sentença: Nasrudin ordenou que o filho consumisse apenas metade do açúcar.

A mãe, mais intrigada pela demora do que pela sentença, perguntou pelo motivo dos adiamentos da decisão, ao qual, Nasrudin respondeu:

  • Eu não podia dar uma sentença sem saber se seria possível ou não executar. Usei esse tempo para experimentar se era possível ou não ficar sem açúcar.

(Ah, se todos os juízes fossem assim)

Veja também:
https://ideiasesquecidas.com/2020/08/15/5-contos-do-budismo/

Uma coletânea de dicas – Evernote, Pocket e livro para download

Evernote

O https://evernote.com é um serviço que permite fazer e organizar anotações rápidas. Hoje em dia, temos diversos computadores – notebooks, celulares, etc. O Evernote permite acessar as notas de qualquer lugar.
O OneNote do Office é semelhante, mas eu acho o primeiro mais leve.

Pocket

O https://getpocket.com/ é um serviço que permite salvar o conteúdo em páginas da internet, para posterior leitura. O e-reader que tenho tem conexão com o Pocket, o que permite que eu leia o conteúdo no reader facilmente.

Bil Gates

Por fim, Bil Gates liberou o último livro dele, “Como evitar um desastre climático”, gratuito para universitários.

https://exame.com/pop/bill-gates-libera-este-livro-para-download-gratuito-por-universitarios

Gosto bastante do livro citado, e até já fiz um pequeno resumo, no link a seguir:

https://ideiasesquecidas.com/2021/02/25/como-evitar-um-desastre-climatico

A Espiral de Ouro – Espiral feita com Golden Ratio

A Espiral de ouro é feita plotando sucessivos pontos em coordenadas (raio, ângulo) = (raio + delta raio, ângulo + delta ângulo), onde o delta ângulo é dado pelo “ângulo de ouro”, o equivalente angular da regra de ouro, a “proporção divina”.

O valor do ângulo de ouro é 137,5, e a derivação pode ser vista no link: https://en.wikipedia.org/wiki/Golden_angle

O interessante é que um pouquinho fora da razão áurea, o comportamento da espiral já muda.

Vira uma espiral comum.

O complemento do ângulo de ouro, 222,5 também apresenta comportamento semelhante.

Mexa no painel interativo, escrito na biblioteca D3 do Javascript:

https://asgunzi.github.io/Espiral-de-Ouro/

Sobre o Golden Angle:

https://en.wikipedia.org/wiki/Golden_angle

Veja também:

Império Romano, Otomano e dos Samurais

Seguem três recomendações de séries – documentários – históricos.

Império Romano. Em três temporadas, cada temporada foca numa época. Marcus Aurelius e Comodus, Júlio César, Calígula. Em comum: rede de intrigas, luta pelo poder, assassinatos, envenenamentos, pão e circo para o povo. Muito impressionante é a segunda temporada, mostrando a ascensão e queda de Júlio César, a travessia do Rubicão, a conquista da Gália, Cleópatra e Marco Antônio.

https://www.netflix.com/title/80096545

Ascenção do Império Otomano: a impressionante campanha de Maomé II, para a conquista da inconquistável cidade de Constantinopla. Para superar a muralha dupla separada por poços, os turcos otomanos lançaram mão de todas as estratégias possíveis: força bruta pesada, utilização dos mais caros e avançados canhões da época, espionagem, intrigas, e até mesmo, abrir um caminho de 15 km dentre a floresta para transportar navios por terra!

https://www.netflix.com/title/80990771

A guerra dos Samurais: quando falamos da época dos samurais no Japão feudal, três nomes vêm à mente. Oda Nobunaga, Toyotomi Hideyoshi e Tokugawa Ieyasu. A série acompanha a história desses três personagens, a unificação do Japão, artimanhas e estratégias, e até a tentativa de invasão da Coréia por Hideyoshi.

https://www.netflix.com/title/80237990

As três séries estão disponíveis na Netflix.

Como resolver o Cubo Dino

O Cubo Dino é um cubo com peças triangulares, como o da foto.

Ele é mais simples do que resolver do que o Cubo Rubik 3x3x3. Basta a aplicação de poucos movimentos, acertando localmente as peças.

Para ilustrar os movimentos, vamos “desdobrar” o cubo conforme esquema abaixo.

Primeiro, a notação.

O Movimento R (right) significa um movimento da peça da direita, no sentido horário.

Apesar de parecer um pouco confuso, basta imaginar um triângulo girando, conforme indica o esquema. As demais peças permanecem inalteradas.

O movimento L (left) é semelhante, mas do outro lado, conforme o diagrama.

Vale a pena registrar o movimento R’, ou seja, o movimento R no sentido oposto, anti-horário.

Analogamente, o movimento L’, conforme diagrama abaixo.

Daí, o segredo para resolver o cubo é fazer uma série de movimentos à direita e à esquerda, e desfazer o movimento logo a seguir.

Movimento RL’-R’L:

Notar o efeito do movimento na distribuição das peças. Apenas três peças centrais se movem. De forma bem esquemática:

O movimento L’R – LR’ é semelhante:

O movimento RL – R’L’ envolve duas peças centrais e uma da parte superior:

Diagramaticamente, as três peças envolvidas fazem o movimento a seguir:

Analogamente, L’R’ – LR

Note que os movimentos preservam todas as peças exceto três, que giram a posição entre si. A ideia é preservar o que está certo, e só arrumar os que estão bagunçados.

Sequência de resolução

De um cubo totalmente desarrumado, como o da figura abaixo, resolva uma das faces. Resolver três dos lados é bem fácil, já o quarto pode precisar de algum dos algoritmos acima.

No caso, o primeiro lado resolvido foi o laranja.

A seguir, resolver as laterais, também utilizando os movimentos descritos acima.

Note que virei o cubo de cabeça para baixo (o lado laranja para cima, depois o lado vermelho para cima).

Para as últimas 4 peças restantes, os movimentos descritos acima são suficientes.

O cubo resolvido:

Uma curiosidade. O Cubo Dino é isomorfo ao Cubo Barril (https://ideiasesquecidas.com/2019/10/19/o-barril-magico/). O Cubo Barril tem algumas peças a mais, porém, essas só têm uma posição possível e são desprezíveis. O resto dos movimentos é exatamente igual.

Vide também:

https://ruwix.com/twisty-puzzles/dino-cube/

Código fonte do desenho dos diagramas: https://github.com/asgunzi/Cubo-Dino

Prêmio Brasil, como referência em Data Science

Bom dia, rede. Estou concorrendo ao Prêmio Brasil, como referência em Data Science, patrocinado pela Cognitivo AI.

Lidero um time que faz Advanced Analytics na gigante #Klabin S.A.

A operação florestal Klabin PR é uma das mais complexas do mundo em um único site. Há camadas de planejamento desde o longo prazo (30 anos) até on-line. Trabalhos incluem programação linear inteira para otimização do planejamento, algoritmos de roteirização e despacho de veículos, simulador da cadeia, obviamente com apoio de muitas outras mãos.

Na área industrial e outras áreas, calendário e trim da máquina de papel, forecasts, simuladores de cenários e diversos outros.

Para fortalecer a comunidade de Data Science:

– Administro uma lista de Excel VBA, com mais de 250 pessoas

– Sou divulgador da Computação Quântica no Brasil, sendo IBM Qiskit Advocate desde ago/21.

– Convido todos a visitar o meu blog: Ideias Esquecidas.

Peço apoio de vocês para votar e divulgar, no link abaixo:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScZxzoR4P3HVCPOgsCYXeOinmvK8zIwI2SgGLyg4Z3fzBrpWw/viewform?pli=1

Prova visual da divergência da série harmônica

A série harmônica é dada por:

Ela tem esse nome por conta do conceito de harmônicas, em música. Imagine prender uma corda de piano a um tamanho 1, depois a metade do tamanho, 1/3 do tamanho, etc.

É um resultado conhecido desde Bernoulli, no séc XVII, que a série harmônica diverge: o somatório dos termos tende a infinito.

A prova dos livros de matemática consiste em comparar com uma série conhecidamente divergente:

1/2 + 1/2 + 1/2 + …

Se eu somar o número 1/2 infinitamente, claramente a série vai divergir.

A série harmônica é maior do que a série divergente acima, basta rearranjar os termos. A figura acima ilustra as operações envolvidas.

Embora a série harmônica divirja, ela o faz muito lentamente.

Um programinha de 4 linhas em Python, para 1000 termos:

harmonic=0
for i in range(1,1001):
harmonic += 1/i
print(harmonic)

Para 1000 termos, a soma dá 7,48.

Para 1 milhão de termos, a soma dá 14,39.

A soma dos primeiros 1043 termos é menor do que 100, segundo a Wikipedia, cujo link consta abaixo e tem outras informações interessantes.

É como a tartaruga do conto de Esopo: parece que nunca vai chegar lá, mas lenta e consistentemente, sempre cruza a linha de chegada!

Vide também:

https://en.wikipedia.org/wiki/Harmonic_series_(mathematics)

Indicação de série para os amantes de tecnologia

Indicação de série computacional para o fim de semana. Na Netflix, “The Billion Dollar Code” conta a história de um hacker e um artista, na Alemanha pós queda do muro de Berlim, que se uniram para criar um antecessor do Google Earth, 10 anos antes deste.

Eles imaginaram o super-homem, voando pelo planeta a grandes altitudes, e dando zoom nas regiões a serem visitadas. O software foi batizado “Terra Vision”, e mostrado em feiras no mundo todo.

Eles acusam uma pessoa da Silicon Graphics de ter copiado a ideia e pontos principais do código, para desenvolver o Google Earth. Anos depois do sucesso do Earth, os criadores do Terra Vision resolvem processar a gigante de tecnologia, e uma batalha jurídica se segue.

É uma batalha de Davi x Golias, contada pelo lado fraco da história.

Temos o costume de celebrar a visão, criatividade e persistência dos vencedores, dos Gates, Jobs e Zuckenbergs da vida. Entretanto, há centenas de empreendedores igualmente visionários, criativos e persistentes que ficam pelo caminho, por diversas circuntâncias.

Como é difícil inovar! Não basta ter uma ideia brilhante e capacidade técnica de desenvolvimento.

É preciso estar no timing correto. O Terra Vision surgiu anos antes da Internet se popularizar, muito cedo.

É preciso escalar. Na Alemanha da época, eles tinham acesso a pouquíssimo capital de risco e estrutura, de forma que não conseguiram fazer um produto de alcance mundial.

Concorrentes: existe uma teoria de que as ideias estão no ar, e quando chega o momento delas, mais de uma pessoa tem a mesma visão. Inúmeros casos: Santos Dumont x Irmãos Wright, Edinson x Westinghouse, Darwin x Wallace. Mesmo Einstein, não fosse ele a criar a Teoria da Relatividade, teriam outros (como o matemático David Hilbert). Se não fosse o Google Earth, seria o Terra Vision ou alguma concorrente.

E quem ganhou o processo, no final das contas? Veja na série.

Exercício – cifra de substituição simples

Aproveitando a onda do post anterior (https://ideiasesquecidas.com/2021/10/11/escaravelho-dourado-decifre-o-enigma-de-allan-poe-com-python/), segue um pequeno exercício.

Qual a mensagem abaixo, sabendo que é uma cifra de substituição simples, e está escrito em português brasileiro?

)%__#<]%-<;<]_<)%__#](<%;?<(?[<+%:?#?;[|*_?)?_)&<[)$<%@}??$-?$;?##<)+%:?$<%?$-?$;?)?_)&<[)+%:?:_@&<)?_)&<[)&%(-_;%?[))%?<>)_(;%)<%:([<$:<):%#%+%:?%*_?+%:?+<[)?(*_<$;%+%:?:(?):?(

Att

Escaravelho Dourado: decifre o enigma de Allan Poe com Python

“O Escaravelho Dourado” é um pequeno conto, do escritor americano Edgar Allan Poe, publicado em 1843.

O enredo narra a história de William Legrand, supostamente picado por um escaravelho dourado. Seu servo Júpiter teme que Legrand fique louco, e com a ajuda do narrador anônimo, partem para uma aventura que envolve uma mensagem criptografada e um tesouro escondido.

Sem mais delongas, os aventureiros se depararam com a seguinte mensagem.

53‡‡†305))6;4826)4‡.)4‡);80 6;48†8¶60))85;1‡(;:‡8†83(88) 5†;46(;8896?;8)‡(;485);5

2:‡(;49562(5-4)8¶8;40692

85);)6†8)4‡‡;1(‡9;48081;8:8‡1

;48†85;4)485†528806*81(‡9;48

;(88;4(‡?34;48)4‡;161;:188;‡?;

A primeira informação é que a mensagem está em inglês. O narrador cita que, tendo decifrado inúmeras mensagens criptogradas, é essencial saber qual a linguagem em que este está escrito.

A seguir, ele faz uma contagem dos caracteres existentes.

Em Python, podemos utilizar um set para listar os caracteres únicos, como mostra o código a seguir.

strOriginal = "53‡‡†305))6;4826)4‡.)4‡);806;48†8¶60))85;1‡(;:‡8†83(88)5†;46(;8896?;8)‡(;485);5†2:‡(;49562(5-4)8¶8;4069285);)6†8)4‡‡;1(‡9;48081;8:8‡1;48†85;4)485†528806*81(‡9;48;(88;4(‡?34;48)4‡;161;:188;‡?;"

caracteres = set(strOriginal)

A seguir, podemos contar o número de vezes que cada caractere aparece na string, e imprimir o resultado:

dictCaract ={}

for ch in caracteres:
dictCaract[ch] = strOriginal.count(ch)

for i in sorted(dictCaract, key = dictCaract.get, reverse=True):
print(i, dictCaract[i])

Resultado:
8 33
; 26
4 19
‡ 16
) 16

13
5 12
6 11
( 10
1 8
† 8
0 6
2 5
9 5
: 4
3 4
? 3
¶ 2
. 1

-1

O caractere ‘8’ aparece 33 vezes, seguido pelo caractere ‘;’, 26 vezes. Em inglês, “e” é a letra mais comum, então um bom chute é considerar ‘8’ -> ‘E’. Vou utilizar maiúsculas para indicar a string trocada.

A seguir, o narrador nota que a cadeia de strings ‘;48’ aparece com grande frequência no texto, e o último caractere é “E”.

O ‘THE’ é um artigo bastante comum na língua inglesa, de modo que as substituições ‘;’ -> ‘T’, ‘4’ -> ‘H’ parecem ser um bom chute.

Em Python, é só usar a função replace:

str2 = strOriginal.replace('8','E')
str2 = str2.replace(';','T')
str2 = str2.replace('4','H')

Resulta em:

53‡‡†305))6THE26)H‡.)H‡)TE06THE†E¶60))E5T1‡(T:‡E†E3(EE)5†TH6(TEE96?TE)‡(THE5)T5†2:‡(TH9562(5-H)E¶ETH0692E5)T)6†E)H‡‡T1(‡9THE0E1TE:E‡1THE†E5TH)HE5†52EE06*E1(‡9THET(EETH(‡?3HTHE)H‡T161T:1EET‡?T

Ainda bastante ininteligível, porém, um pouco mais familiar.

Pescando algumas palavras, há um trecho assim: ‘t(ee’, que pode ser ‘tree’, indicando a substituição ‘(‘ -> ‘R’.

O trecho fica:
the tree thr‡?3h the.

A palavra ‘through’ indica novas letras ‘O’, ‘U’ e ‘G’, representadas por ‘‡’, ‘?’ e ‘3’.

No Python, letra por letra (é possível por outros meios em massa, mas assim é mais didático).

str2 = str2.replace('(','R')

str2 = str2.replace('‡','O')
str2 = str2.replace('?','U')
str2 = str2.replace('3','G')

Resultando em:

5GOO†G05))6THE26)HO.)HO)TE06THE†E¶60))E5T1ORT:OE†EGREE)5†TH6RTEE96UTE)ORTHE5)T5†2:ORTH9562R5-H)E¶ETH0692E5)T)6†E)HOOT1RO9THE0E1TE:EO1THE†E5TH)HE5†52EE06*E1RO9THETREETHROUGHTHE)HOT161T:1EETOUT

Outras pistas:
†83(88, ou †egree,

Deixando clara a palavra ‘degree’, e a substituição ‘†’ por ‘D’.

Outro trecho parcialmente traduzido fica ”TH6RTEE‘, evidentemente ‘thirteen’, ‘6’ -> ‘I’ e ‘‘ -> ‘N’.

O início, ‘5GOOD’, indica o ‘5’ como ‘A’.

Colocando todas as pistas no Python, temos:

str2 = str2.replace('†','D')
str2 = str2.replace('6','I')
str2 = str2.replace('*','N')

str2 = str2.replace('5','A')

Texto parcialmente decifrado:

AGOODG0A))INTHE2I)HO.)HO)TE0INTHEDE¶I0))EAT1ORT:ONEDEGREE)ANDTHIRTEEN9INUTE)NORTHEA)TAND2:NORTH9AIN2RAN-H)E¶ENTH0I92EA)T)IDE)HOOT1RO9THE0E1TE:EO1THEDEATH)HEADA2EE0INE1RO9THETREETHROUGHTHE)HOT1I1T:1EETOUT

Allan Poe para por aí, dizendo que o resto segue a mesma lógica, e realmente não é difícil. Por exemplo, ‘9INUTE)’ significa ‘MINUTES’; pelo contexto de direção, ‘NORTHEA)T’ significa ‘NORTHEAST’ e assim por diante.

Fechando a cifra:

str2 = str2.replace('0','L')
str2 = str2.replace(')','S')
str2 = str2.replace('2','B')
str2 = str2.replace('.','P')
str2 = str2.replace('¶','V')
str2 = str2.replace('1','F')
str2 = str2.replace(':','Y')
str2 = str2.replace('9','M')
str2 = str2.replace('-','C')

Resulta em:

AGOODGLASSINTHEBISHOPSHOSTELINTHEDEVILSSEATFORTYONEDEGREESANDTHIRTEENMINUTESNORTHEASTANDBYNORTHMAINBRANCHSEVENTHLIMBEASTSIDESHOOTFROMTHELEFTEYEOFTHEDEATHSHEADABEELINEFROMTHETREETHROUGHTHESHOTFIFTYFEETOUT

Como está sem pontuação e espaço, estes devem ser inseridos:

“A good glass in the Bishop’s hostel in the Devil’s seat — forty-one degrees and thirteen minutes — northeast and by north — main branch seventh limb east side — shoot from the left eye of the death’s-head — a bee-line from the tree through the shot fifty feet out.'”

[Um bom vidro no hotel do bispo na cadeira do diabo – quarenta e um graus e treze
minutos nordeste quadrante norte – tronco principal sétimo galho lado leste – atirai do
olho esquerdo da caveira – uma linha de abelha da árvore através o tiro cinqüenta pés
distante.]

Esta é uma cifra de substituição simples, onde cada palavra é trocada por um caracter específico. Sabendo o dicionário, é possível cifrar e decifrar uma mensagem. Cifras deste tipo são conhecidas desde o Império Romano, e são muito frágeis, bastando um ataque de contagem e força bruta, como demonstrados no conto. Atualmente, há métodos de chave assimétrica como o RSA, extremamente mais avançados. Porém, na época de Allan Poe, este era o melhor que existia, e o conto do “Escaravelho dourado” ajudou a popularizar a ciência da criptografia.

Vide o código completo no Colab: https://colab.research.google.com/drive/1l1MztHdxUHdJl1yW4NZzn1heDUvoSoJJ?usp=sharing

Visite o meu blog pessoal https://ideiasesquecidas.com/

Conto ‘Golden Bug’, de Edgar Allan Poe https://poestories.com/read/goldbug

Conto em português, “O Escaravelho Dourado”

Faça menos, viva mais

Diagnosticado com uma doença crônica, agora ele só conseguia ser produtivo 1 hora por dia. Como ser o máximo efetivo possível, em tão pouco tempo?

Less doing, more living, do autor Ari Meisel

As dicas se tornaram livro, palestras, e assim ele vem ajudando as pessoas a salvarem tempo.

Direto para algumas boas dicas:

  1. Otimizar
  2. Automatizar
  3. Terceirizar

Registrar: Registre o que você faz. Lei de Pareto. Foque nos 20% relevantes. Registrar a sua vida vai ajudar a otimizar depois.


Algumas dicas para rastrear. Há aplicativos como o Rescue Time, que ajudam a rastrear o uso da vida online.

Para saúde, o velho e bom bloco de notas. (Dica minha, Arnaldo: uma planilha Excel 365 em cloud). Anote o peso, o número de passos por dia (smartwatches ajudam), pressão arterial.

Depois, otimizar. Exemplo é a Ikea, onde cada manual é totalmente otimizado.

Cérebro externo, como One Note, Evernote (Dica Arnaldo: como sou muito desorganizado, tenho este blog como um grande bloco de notas).

Qual o melhor horário de trabalho? No que você é melhor? Quais os gargalos? Uma excelente ideia é ter rotinas, como responder e-mails somente na segunda metade da hora, ao invés de ficar respondendo toda hora.

Quanto a finanças, também tenha rastreado e em ordem. Há ferramentas como o True Bill e Bill Shark, que ajuda a fazer esse tracking.

Terceirizar trabalhos, desde pequenos até maiores. Exemplo do autor. Ele teve a ideia de criar um suporte personalizado para o Macintosh. Pagou um designer para projetar a peça, e pagou uma empresa para imprimir. Além de ter o produto final, ele usou a internet para vender a peça, tendo um modesto lucro no final.

Mensagem final do livro: Não se esqueça, o aplicativo final é a sua saúde.


Um “segredo”: nunca comprei este livro. Este é um resumo de um resumo. “Less doing, more living” é o livro grátis do dia de hoje, do Blinklist, serviço de audiolivros.

https://www.blinkist.com/

Link do livro na Amazon: https://amzn.to/3AzrEta

Veja também: