O Dilema do Inovador

O mundo da inovação, tão em voga atualmente, deve muito ao professor de administração Clayton Christensen, falecido há poucos dias.

Ele abriu os olhos do mundo em relação ao Dilema do Inovador, resumido no gráfico a seguir.

Uma empresa tradicional apresenta uma performance, obtida de muitos anos de trabalho e desenvolvimento. Uma tecnologia potencialmente disruptiva, em seu início, não vai entregar resultados tão atraentes.

A empresa olha para a tecnologia concorrente, dá de ombros, e prefere ficar com a tecnologia madura, já consagrada, sem riscos. Isto abre espaço para que pequenas startups explorem esta brecha, e, talvez, disruptem o mercado.

Este é o dilema do inovador. É justamente em seu melhor momento que as grandes empresas tradicionais devem se desafiar e disruptar a si mesmas.

Exemplos práticos não faltam. Christensen cita a Kodak em seu livro, superada pelas máquinas digitais (e todo ppt de inovação o faz desde então). Mas a própria câmera fotográfica digital foi superada, hoje o celular tem câmeras tão poderosas que só profissionais precisam de uma câmera fotográfica. Outro exemplo é a indústria fonográfica, que teve o iTunes da Apple mudando toda a lógica dela, e atualmente, streaming como o Spotify destronando o iTunes.

https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2020/01/morre-clayton-christensen-inventor-do-conceito-inovacao-disruptiva.html

https://exame.abril.com.br/blog/david-cohen/o-enorme-legado-de-clayton-christensen

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s