Porque formigas gigantes não podem existir?

Porque formigas gigantes não podem existir? Na década de 80, assisti a um filme (horrível) na TV, chamado “Formigas gigantes”.

Era sobre um lugar onde formigas tinham sido expostas à radiação, transformando-se em formigas gigantescas.

Era um filme de horror, supostamente, então as formigas atacavam as pessoas. Sempre pisamos nas formigas, era a vez da formiga pisar na gente.

Um formigueiro já é um negócio horrível, agora, imagine um exército de formigas do tamanho de rinocerontes!

Porém, felizmente, este cenário nunca vai ocorrer na vida real. A lei do quadrado-cubo remete a Galileu Galilei. É bem simples.

Imagine um quadrado de 1 m por 1 m. A área é de 1 m^2. Duplicando o lado do quadrado, fica 2 m por 2 m. A área quadruplica, 4 m^2.

Já o volume de um cubo de lado 1 m é de 1 m^3. Duplicando o lado, 2 m x 2 m x 2 m = 8 m^3.

A área é proporcional ao quadrado, e o volume é proporcional ao cubo. E daí?

Daí que uma formiga gigante, mantendo exatamente as mesmas proporções, vai ter o volume aumentando proporcional ao cubo, enquanto a área da pele (formiga tem pele?) aumentando ao quadrado.

Se a formiga fosse do tamanho de um rinoceronte, aquelas perninhas finas das formigas não aguentariam o peso dela. Teriam que ser feitas de aço… ou teriam que ser pernas de rinoceronte, grossas, enormes.

Outra característica é que insetos têm exoesqueleto, aquela parte dura externa. Já os animais grandes não têm exoesqueleto, e sim um esqueleto interno.

O exoesqueleto para um ser grande seria terrível. Uma formiga pode cair da mesa e não acontece nada. Já uma formiga gigante quebraria facilmente parte desse exoesqueleto, já que este suporta o cubo do volume.

Portanto, uma formiga gigante nem conseguiria ficar de pé. Se ficasse, os seus órgãos internos não suportariam sustentar um corpo tão grande, além de que o exoesqueleto seria um problema.

Pense nisso na próxima vez que pisar numa formiga.

https://www.amazon.com/Impossible-Physics-beyond-Benjamin-Schumacher/dp/1598036459

https://en.wikipedia.org/wiki/Square%E2%80%93cube_law

3 comentários sobre “Porque formigas gigantes não podem existir?

  1. Marcos Gomes de Melo

    Esse tipo de problema é conhecido dos pesquisadores como o desafio da tecnologia de “scale-up”. Uma coisa é fazer uma fábrica para produzir 1 kg/h de um determinado produto e outro bem mais complexo e com novos desafios é projetar uma fábrica do mesmo produto para produzir 1000 kg/h. Os problemas a serem enfrentados mudam ainda mais se a produção de 1 kg/h for em bateladas e se a pretensão de produzir 1000 kg/h seja de forma contínua e não em bateladas.

    Curtido por 1 pessoa

  2. O problema maior nem seria o tamanho/peso em si, pois, na época pré-histórica existiam insetos 10x maiores do que os de hoje. Aranhas imensas. E a gravidade era a mesma de hoje.
    A questão mais importante seria a oxigenação destes insetos. Insetos não respiram por pulmões. Eles respiram por brônquios usando a permeabilidade da pele. No aumento de tamanho a área e espessura da pele cresceria muito, mas seria grande demais para que o oxigênio passasse de forma adequada para o seu sistema. Sendo assim, morreria por asfixia celular. Lembrando que a taxa de oxigenação das épocas pré-históricas era muito maior que hoje em dia.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s